PUBLICIDADE

Dominatrix, skins, Gaga assassina: os 10 hits fashion do ano

22 dez 2021 11h52
| atualizado às 16h03
ver comentários
Publicidade

O ano está acabando e, que tal, relembrar alguns fatos fashion que marcaram 2021? Looks diferentões; a volta de desfiles presenciais; o retorno dos tapetes vermelhos ao vivo e em core; skins de games virando roupa real; mais diversidade nas passarelas; corpos à mostra como resposta ao tempo de reclusão da pandemia.

Luísa Sonza
Luísa Sonza
Foto: Reprodução/Instagram/@luisasonza / Elas no Tapete Vermelho

Teve ainda o retorno da cintura baixa; o tsunami Juliette também no mundo fashion; o pijama com bumbum de fora de Rihanna; mortes de estilistas; Lady Gaga estrelando o filme "Casa Gucci"; Sasha casando com tênis e descalça e mais.

Confira, relembre e se inspire.

Retrospectiva fashion 2021 (Fotos: Reprodução/Instagram/Divulgação)
Retrospectiva fashion 2021 (Fotos: Reprodução/Instagram/Divulgação)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Looks dominatrix

Não tem para ninguém. Depois de meses e meses em casa, com o desejo reprimido por conta da pandemia, uma onda de corpos à mostra, seja em minissaias, decotes, fendas e recortes tem invadido a moda.

Isso aparece tanto nos clipes das famosas, como Iza, Anitta e Luisa Sonza, como nas tendências vistas nas passarelas e também em novelas ou séries, como "Verdades Secretas 2″.

A tendência flerta, em muitos casos, com a forma de se vestir do universo dominatrix, em que consensualmente uma pessoa domina a outra durante o ato sexual. Se você não tem medo de ousar, pode apostar.

E vai acostumando, porque as adaptações para o mundo real já estão acontecendo, como o vestido cheio de ilhoses que Juliette usou no Prêmio Multishow, que foi até repostado no perfil da marca italiana Dolce & Gabbana.

Bumbum à mostra

E por falar em corpo em evidência, que tal experimentar os pijamas criados pela marca Fenty, da Rihanna. A web pirou com a "novidade" publicada em meados de novembro.

Mas o estilista Amir Slama foi o pioneiro no feito, ao apresentar a coleção inspirada em lendas brasileiras, ainda na época da Rosa Chá. O biquíni com bumbum à mostra está exposto no BikiniARTmuseum, o primeiro museu do mundo dedicado ao universo da moda praia, na Alemanha, desde 2020.

Biquini bumbum de fora de Amir Slama (Reprodução/Instagram)
Biquini bumbum de fora de Amir Slama (Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A peça foi criada para a coleção de verão de 2004 e desfilado em 2003 no São Paulo Fashion Week e na semana de moda de Nova York. "Com as traquinagens do Saci, tudo ficava invertido. O top virou calcinha, a calcinha virou um top. E por isso, o bumbum ficou de fora", explicou Amir Slama. Digamos que Rihanna está um pouco atrasadinha, apesar de ter sido assunto muito comentado em 2021.

Cintura baixa

Sem dúvida, um dos principais fatos fashion do ano foi a volta da cintura baixa, tendência que vem direto do anos 2000, que por sua vez já tinha "roubado" dos anos 1960/1970, quando as famosas calças chamadas Saint-Tropez, em referência à praia francesa, explodiram entre as tendências. Por aqui, Bruna Marquezine  é uma das adeptas da tendência.

Dessa vez, a trend vem ancorada no chamado Y2K (Y=Year e 2K= k como símbolo de mil, ou seja, ano 2000), que resgata a moda usada na virada do século 20 para o século 21. Tudo inspirado nos looks de Britney Spears, Christina Aguilera, Paris Hilton e outras cantoras e celebridades que ditavam a moda naqueles anos.

Em 2021, as passarelas internacionais colocaram em prática a tendência, que promete ganhar o coração das mais jovens.

Dos games para a vida real

O universo gamer tem tomado de assalto também o mundo fashion. O conceito de metaverso ganhou popularidade recentemente após o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciar a mudança de nome da empresa para "Meta". No universo dos games, as chamadas skins têm virado negócio sério para muitas marcas. Os jogadores compram roupas e acessórios para vestirem seus avatares. Muitas marcas famosas, como Gucci, Balenciaga, Louis Vuitton, já entraram na onda de vender looks digitais.

Isabeli Fontana adota cabelo curto e visual gamer
Isabeli Fontana adota cabelo curto e visual gamer
Foto: Rosangela Espinossi / Elas no Tapete Vermelho

Pois bem, além disso, há ainda um caminho inverso. No último SPFW, o universo dos games invadiu a passarela, com skins transformadas em looks reais pelas mão do stylist Daniel Ueda, que trabalhou em conjunto com Alexandre Herchcovitch. A top Isabeli Fontana abriu o desfile. Renata Kuerten, Daiane Conterato e gamers desfilaram ao vivo e em cores com looks de avatares reproduzidos em telões em toda. As peças, únicas, foram leiloadas após a apresentação patrocinada pelo banco Santander em parceria com a Garena - publisher e detentora dos direitos do jogo Free Fire.

Perucas, sapatos de plataforma altíssima, jaquetas, e cores deram vida aos looks
Perucas, sapatos de plataforma altíssima, jaquetas, e cores deram vida aos looks
Foto: Rosangela Espinossi / Elas no Tapete Vermelho

O retorno dos desfiles

E por falar em SPFW, 2021 marcou também a volta dos desfiles presenciais em várias partes do mundo e também no Brasil. O SPFW, depois de dois anos, voltou a ter desfiles ao vivo, mesclando com outros digitais.

Fotos: Agência Fotosite/Divulgação/SPFW
Fotos: Agência Fotosite/Divulgação/SPFW
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A diversidade deu as caras, com modelos gordos, trans e mais velhos, além de muitos negros nas passarelas e na plateia. O Projeto Sankofa, que estreou em versão digital em junho e desfilou presencial em novembro, abriu as portas para várias grifes comandadas por estilistas negros e da periferia.

Desfile da maca Mini Lab
Desfile da maca Mini Lab
Foto: Marcelo Soubhia/Agência Fotosite / Elas no Tapete Vermelho

Tapete vermelho

Os tapetes vermelhos também voltaram ao formato presencial, desde o Grammy 2021, em março, que aconteceu de forma híbrida. Em 28 de fevereiro, houve a cerimônia virtual do Globo de Ouro, em que as famosas se vestiram com looks para lá de sofisticados, para assistir a premiação à distância, seja de casa ou de hotéis.

Mas um dos mais comentados tapetes vermelhos de sempre, o do Met Gala, que costuma ser em maio, aconteceu em setembro e mais uma vez, chamou a atenção pelos looks exagerados de algumas famosas, como o de Kim Kardashian que foi coberta dos pés à cabeça, incluindo o rosto, com vestido preto da Balenciaga.

Chloé Zhao
Chloé Zhao
Foto: E!Entertainment/Divulgação / Elas no Tapete Vermelho

Entre os fatos fashion mais chamativos, esteve também o look de Chloé Zhao, que ganhou como melhor diretora e seu filme "Homeland", como melhor filme. A chinesa criada nos EUA resolveu ir ao evento de tênis branco e sem make. É isso mesmo. E nos tapetes vermelhos, a naturalidade dos cabelos brancos das atrizes, com suas rugas, apontam também para uma nova época de aceitação.

O furacão Juliette

Quando cruzou as portas da casa mais vigiada do Brasil, em janeiro de 2020, a advogada paraibana não tinha ideia do que o futuro reservava para ela. Os 100 dias de confinamento a tornaram a Juliette Freire um tsunami em várias áreas, da música à moda e à beleza. Após sair vencedora do BBB21, virou cantora, apresentadora, lançou coleções assinadas por ela, estrelou campanhas para várias marcas, fez lives, cantou com artistas famosos, ufa! Mais do que fashion, virou uma celebridade daquelas.

Seu perfil estourou de seguidores, chegando a 32,9 milhões, mais do que Sabrina Sato e Grazi Massafera, outras ex-BBBs que se tornaram famosas. E o que ela usou no programa, de batons vermelhos a vestido tipo camisola venderam imediatamente. Virou também amiga da Anitta. Juliette aposta em um estilo que vai do sensual ao fashion, sem exageros. Vai, Juliette, 2021 foi seu ano e 2022 promete.

Adeus a grandes nomes da moda

 Virgil Abloh, Alber Elbaz e Elsa Peretti, grandes nomes da moda, morreram em 2021. No fim de novembro, foi a anunciada a morte Virgil, diretor criativo da Louis Vuitton e dono da grife Off White, aos 41 anos, de angiossarcoma cardíaco, sintoma de câncer agressivo, com o qual foi diagnosticado em 2019, mas manteve segredo. No desfile em homenagem ao estilista, a Louis Vuitton usou na trilha sonora música brasileira "Tudo o que Você podia Ser", dos irmãos Lô e Marcio Borges, presente no primeiro disco do Clube da Esquina. A versão executada, contudo, é interpretada pelo Quarteto em Cy e foi gravada há 57 anos.

Virgil Abloh
Virgil Abloh
Foto: Reprodução/Instagram/@virgilabloh / Elas no Tapete Vermelho

Já o talentosíssimo Alber Elbaz, aos 59 anos. Elbaz foi diretor criativo da Lanvin de 2001 a 2015, e a designer de joias e ex-modelo Elsa Peretti, que morreu de causas naturais aos 80 anos, em março. Elsa foi amiga do estilista Halston, muito em alta na era dancing days dos anos 1970. A designer foi retratada também na série "Halston", da Netflix.

Lady Gaga assassina

Ops, apenas no cinema. Não tinha como ser diferente. Lady Gaga já é fashion por natureza. E se é protagonista de um filme que tem a moda como essência, a mistura não poderia ser mais explosiva e matadora.

João e Sasha
João e Sasha
Foto: Vlad Meneghel/Reprodução/Instagram / Elas no Tapete Vermelho

Sim, matadora tanto no sentido figurado quanto no enredo do filme "House of Gucci", que estreou dia 25 de novembro, e conta a história do assassinato de Maurizio Gucci, em 1995, a mando de sua mulher Patrizia Reggiani, vivida pela cantora. Seu papel já rendeu algumas indicações como melhor atriz, nas premiações Satellite Awards 2022, que acontece no dia 5 de janeiro, e HCA Film Awards 2022, no dia 8 do mesmo mês. Será que vem Oscar ou Globo de Ouro por aí?

Vestidos de noiva da Sasha

A filha da Xuxa se casou em maio com o cantor João Figueiredo em duas cerimônias. Uma no civil, em que usou vestido branco da Zimmermann e tênis All Star.

E outra, alguns dias depois, na praia, com vestido que ela mesma desenhou, já que fez faculdade de moda nos Estados Unidos. O modelo tomara que caia tinha saia ampla e rodada e aplicações de ramos de flores.

Em tom off white, o mesmo usado pelo noivo, a peça foi confeccionada por Michelly X, estilista que já fez vários looks para Xuxa e outras famosas. De tule francês bem macio, usado em produções de alta-costura, as aplicações foram alfinetadas pela própria Sasha, que casou descalça.

Sasham Xuxa e Ana Furtado (Fotos: Reprodução/Instagram)
Sasham Xuxa e Ana Furtado (Fotos: Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Os looks renderam mil e um comentários nas redes sociais e foram bem aceitos. Assim como o vestido que Xuxa usou na cerimônia à beira do mar, da grife carioca The Paradise, modelo que já tinha sido visto por Ana Furtado alguns meses antes.

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade