0

Aprenda qual a saia certa para o seu tipo de corpo

4 abr 2012
10h28
atualizado às 12h04
Gabriela Pestana

Não importa a estação do ano. Quando as mulheres querem ficar mais femininas, as saias são as preferidas. Mas como qualquer outra peça do guarda-roupa, cada modelagem fica mais adequada em determinados tipos de corpo e, para valorizar as formas, independente do porte físico, é preciso escolher o corte certo.

Deborah Secco fez bonito ao escolher o comprimento midi para a premiação da Globo
Deborah Secco fez bonito ao escolher o comprimento midi para a premiação da Globo
Foto: TV GLOBO/Alex Carvalho / Divulgação

Lápis - O modelo mais clássico não é o indicado para mulheres de quadris largos ou para quem está acima do peso. O corte reto e bem ajustado não cai tão bem também em quem tem a silhueta de "triângulo invertido". "É um modelo complicado, marca o culote, o bumbum e a barriguinha. O que recomendo é que as mais gordinhas optem por uma cor mais escura, como preto e o marinho, e combine com uma paletó mais soltinho", ensina Juliana Ali, consultora de moda e blogueira do F*Hits.

Godê - Outro modelo muito comum é o da saia godê. Mais fluido e franzido, geralmente cria um certo volume na parte inferior do corpo, o que a torna ideal para mulheres de quadris estreitos e ombros largos, já que, assim, equilibra a silhueta. "Ela disfarça o culote, mas não esconde a barriga. É preciso ficar atenta", alerta Juliana. A saia também é liberada para aquelas de corpo ampulheta.

Evasê - As mulheres com quadris mais largos podem apostar sem medo na saia evasê, o grande coringa do armário. Com uma silhueta em A e um corte mais reto que a godê, esse modelo é mais afastado do corpo, porém, sem criar volumes. Quem está acima do peso pode apostar nas saias evasê, mas deve escolher modelos sem pregas e um pouco mais retos, para não criar volumes visuais. "Ela esconde o que precisa", diz Juliana. Outro corte mais democrático é o tulipa, que agrada à todos os corpos, com exceção de quem tem quadril largo.

Balonê - Queridinha entre as mais jovens, a saia balonê é aquela toda franzida, e com volume abaloado. Ela é responsável por criar um considerável volume na parte de baixo do corpo, e por isso é indicada para mulheres de formas retangulares. "Esta saia é ótima para quem quer aumentar o bumbum", indica Juliana que ainda explica que "o modelo é bem difícil de ser usado, pois valoriza pouquíssimos tipos físicos".

Micro - Figurinha fácil no verão, o corte micro só é permitidos para as mulheres magras de coxas finas, caso contrário, podem criar um aspecto vulgar. Juliana Ali ainda recomenda a peça apenas para as mais novinhas. "É uma saia para mulheres até 25 anos ou para quem é muito magra".

Sereia - Sucesso nos anos 80, a saia sereia pode ser uma armadilha fashion. Ela é cortada no viés e isso faz com que ela afine a perna e mostre o quadril largo. Melhor optar por um vestido, se não tiver saída.

Midi - Já o comprimento midi acende o alerta de atenção só para as baixinhas. Segundo Juliana, é preciso escolher um sapato de salto, preferencialmente recortado e que tenha uma tonalidade nude para alongar a silhueta.

Longa - Mas, se você quiser apostar em um shape que vai continuar na moda nas próximas estações, ela a saia longa. Ela dominou o verão e está nas principais coleções nacionais e internacionais. Juliana ensina que se ela for na altura do umbigo, pode sim ser usadas pelas mais baixas e pelas gordinhas. Basta escolher um fundo escuro para a peça. Depois de todas essas dicas, é só conferir nossa galeria e escolher a sua saia preferida.

Fonte: Terra
publicidade