0

Stephen Hawking morre aos 76 anos

O físico britânico sofria há muitos anos de esclerose lateral amiotrófica

14 mar 2018
08h15
atualizado às 09h32
  • separator
  • comentários

Nesta quarta-feira (14), faleceu o físico britânico Stephen William Hawking, aos 76 anos, em sua casa, devido a complicações da esclerose lateral amiotrófica. A família do pesquisador informou sobre o falecimento em um comunicado oficial para a imprensa inglesa. "Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje. Era um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos", informa comunicado, com palavras dos filhos Lucy, Robert e Tim.

O físico Stephen Hawking, que nasceu em 8 de janeiro de 1942, detectou a ELA quando tinha 21 anos e, desde então, ele vinha perdendo os movimentos do corpo. Grupos de cientistas buscaram diversas formas de mantê-lo se comunicando. Nos últimos anos, ele usa um aparelho que conseguia rastrear os movimentos dos seus olhos, gerando assim as suas palavras.

Esclerose lateral amiotrófica

A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das mais temidas doenças conhecidas.

Em cerca de 10% dos casos, a ELA é causada por um defeito genético. Nos demais casos, a causa é desconhecida. Na ELA, os neurônios se desgastam ou morrem e já não conseguem mais mandar mensagens aos músculos. Isso finalmente gera enfraquecimento dos músculos, contrações involuntárias e incapacidade de mover os braços, as pernas e o corpo. A doença piora lentamente. Quando os músculos do peito param de trabalhar, fica muito difícil respirar por conta própria. Veja mais aqui sobre as causas e tratamentos da Esclerose Lateral Amiotrófica.

Minha Vida

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade