5 eventos ao vivo

Sarampo: duas mortes e 103 casos confirmados no Brasil

Ministério da Saúde atualiza os casos de sarampo no brasil e a maior concentração da doença está nos estados de Roraima e Amazonas

11 mai 2018
14h48
atualizado em 14/5/2018 às 10h38
  • separator
  • comentários

Uma pasta divulgada pelo Ministério da Saúde afirmou que de janeiro até o dia 30 de abril o Brasil registrou duas mortes, concentradas no estado de Roraima. Nesses casos, a evolução para óbito aconteceu porque havia comodidades, ou seja, quando o paciente já está debilitado por conta de outra doença. Além disso, o país tem 103 casos confirmados e 289 em investigação.

O maior número de casos se concentram nos estados de Roraima com 81 registros e Amazonas com 22. A Organização Mundial de Saúde fez um alerta sobre doença na quinta-feira (10), solicitando mais esquemas de vacinação na região das Américas.

No Brasil, o aumento dos casos começou no início deste ano. O país recebeu em 2016 um certificado de que a doença havia sido eliminado do território. Porém, anos anteriores, entre 2013 e 2015, ocorreram surtos relacionados à importação do sarampo, totalizando cerca de 1.310 casos no período, sendo que o maior número de registros se concentrou nos estados de Pernambuco e Ceará.

A pasta do Ministério da Saúde esclarece que está buscando reforços para manter o certificado de eliminação do sarampo, com ações de vigilância epidemiológica, laboratórios e estratégia de imunização para a população. Segundo o ministério, 737,9 mil doses da vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) foram enviadas até o mês de abril para Roraima e Amazona.

O ministério também realizou campanhas publicitárias na televisão e no rádio nesses estados, até o dia 20 de abril. É importante mencionar que a vacina tríplice viral faz parte do calendário vacinal do Brasil e está disponível durante o ano inteiro em todas as unidades de saúde do país.

O que é sarampo?

O sarampo é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus. A enfermidade é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países do Terceiro Mundo. A transmissão é diretamente de pessoa a pessoa, por meio das secreções do nariz e da boca expelidas pelo doente ao tossir, respirar ou falar. Veja sete vacinas que os adultos precisam tomar, clicando aqui.

Minha Vida

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade