2 eventos ao vivo

Dermatologista opina sobre problema de pele do goleiro Alisson

O goleiro da seleção apareceu na primeira coletiva de imprensa com a pele da bochecha e nariz bastante avermelhada e com espinhas

14 jun 2018
11h26
  • separator
  • comentários

Na primeira coletiva que o goleiro Alisson, da seleção brasileira, deu em Soshi (Rússia), não foram suas jogadas ou perspectivas para a Copa do Mundo de Futebol que chamaram a atenção, e sim as marcas avermelhadas em sua pele, principalmente em seu nariz e bochechas. O que será que Alisson tem?

Quando questionado pelos jornalistas, ele respondeu "Não me incomoda, não! Estou na puberdade. Faz parte", respondeu o jogador de 25 anos. Mas não é isso que os especialistas pensam.

O Minha Vida conversou com a dermatologista Denise Steiner, que foi presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia na gestão 2013-2014, para entender melhor o que o jogador pode ter.

Acne ou rosácea?

Para a especialista, vendo as imagens as doenças de pele que mais se assemelham à manifestação na pele de Alisson são a rosácea e a acne, dois quadros que podem ser bastante confundidos. "Mesmo o médico especialista pode ter dificuldade e confundir os dois", explica Denise.

No entanto, existem diferenças entre os quadros:

Então, o que Alisson tem?

Dadas as características acima, acredita-se que Alisson possua mesmo rosácea. "Considerando a vermelhidão da pele e que ele está sob estresse e foi a um lugar com uma temperatura ambiente bem diferente do que ele está acostumado", esclarece Denise Steiner.

A parte boa é que a rosácea dificilmente deixa lesões, apesar de ser uma condição que pede cuidado constante. "Para não haver piora, é preciso o uso de medicamentos específicos e hidratação e proteção da pele", completa a especialista.

Minha Vida

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade