0

Ganhos com o esoterismo

6 mai 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Frequentemente me questionam. A pergunta aponta para a seguinte especulação: pode o Esoterismo representar algo de positivo não apenas no plano da transcendência (na abstração do imaterial), mas também por aqui, no contexto terreno? 

Ganhos com o esoterismo
Ganhos com o esoterismo
Foto: iStock

As pessoas admitem com maior clareza a relação entre amadurecimento espiritual e importantes ganhos nas áreas intangíveis, da alma. Mas, no domínio prático, pragmático, pode acontecer o mesmo? 

Ora, claro que sim. Atenção: o Esoterismo, notadamente místico, não é apenas místico, completamente, inteiramente. Uma de suas forças emanantes, como indico e desenvolvo a seguir, se relaciona em simbiose com o Mundo Prático e não pode ou deve ser desprezada. 

Explico melhor: quando bem fundamentado e desenvolvido, o Esoterismo se apresenta como uma disciplina de intensa empatia e admiração pelas pessoas – pelo milagre e potencialidades da vida, qualquer vida. 

Numa época como a nossa, fria, feroz, furiosa (chamada, infelizmente de maneira correta, desalmada), ele se posiciona como força de resistência em relação a uma porção de inimigos que estão rondando perigosos por ai.

Indico os mais perniciosos: o esoterismo resiste e enfrenta abertamente o egoísmo e a falta de generosidade, essa força antinatural de buscar tirar vantagens dos outros. Também se opõe à arrogância, às atitudes altivas, desdenhosas e raivosas. Inimigo do excepcionalismo (ideia de que se é especial), da equivocada noção (vaidosa, egoísta) de ter direito a tudo e dos infantilizados imperativos do desejo individual que nos assola fortemente. 
A coisa vai mais longe. Ele também resiste como contraponto à busca de admiração, fantasia de sucesso, obsessiva ambição de brilho, grandiosidade, poder, status, potência. 

Para concluir é preciso indicar que o Esoterismo funciona, positivamente, como caminho para abraçar prazeres simples, valorizar coisas serenas, estabilizar as emoções – afastando tristeza, desesperança e outros estimuladores degradantes, tão comuns nesse nosso mundo enlouquecido. 
Assim, se não bastasse todo o ganho energético, perspectivas bastante positivas são ampliadas quando abraçamos a espiritualidade, gerando libertação e tolerância por aqui mesmo, no mundo material e inóspito que precisamos encarar todo santo dia ao pular da cama. 

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade