2 eventos ao vivo

Corações insensatos

24 out 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Tem coisas que você imagina que existe apenas na novela. Pensa: “Só mesmo numa novela... Isso não acontece na vida real... Impossível haver uma mulher tão ingênua...”.  Você sente inesperada irritação. Se encontrasse o autor, lhe diria um punhado de verdades.

Corações insensatos
Corações insensatos
Foto: iStock

“Quanta besteira! A moça vai fácil caindo no golpe ardiloso, como se fosse uma imbecil completamente míope! Se isso não bastasse, ressaltam a falta de malícia para desmascarar o grotesco jogo do conquistador barato e mal intencionado. Frio, rápido e insensível, ele se apodera dos sentimentos e pode destruí-la facilmente”.

Que coisa indignante. A imagem da moça ocupa tua consciência como o próprio modelo da mulher que repete esse papel pela vida afora, sempre se apaixonando perdidamente, sempre se negando a acreditar no desamor (maligno, perigoso, traiçoeiro) do parceiro.

“Absurdo”, pensa você, evitando olhar para sua própria história, seu próprio passado, onde talvez esteja escondida uma lembrança de amor desperdiçado. Ou mesmo para o presente, que pode revelar um panorama desconfortável, que você prefere evitar encarar.

Como vidente, posso afirmar, sem receio de engano, que a necessidade de amar e a loucura que se instaura em busca da correspondência amorosa é muito mais comum do que se supõe, e pode colocar em risco até a mais firme razão de um ser humano. Ocorre com mulheres e também com homens, indiscriminadamente. 

Inúmeros atendimentos, por anos a fio, me mostraram a face desequilibrada dos sentimentos amorosos. O que me impressiona e preocupa é a servidão de algumas pessoas que se entregam de corpo e alma ao ser amado, perdendo os critérios, a ponto de colocar em risco tudo o que construíram na vida. Como nas novelas que, geralmente, mostram uma perspectiva amarga, mas bastante real das dificuldades do amor.

Se você está sofrendo numa crise dessa natureza, ou está com dificuldade de se libertar de uma grande paixão, presente ou passada, procure ajuda psicológica e espiritual com urgência. Mantenha-se firme e coerente. Não se entregue aos desvarios do coração insensato.  

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade