0

Como viajar pode te auxiliar no processo de autoconhecimento

Descubra como viajar pode te auxiliar no processo de autoconhecimento

18 set 2020
14h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Saiba como viajar pode te auxiliar no processo de autoconhecimento -
Saiba como viajar pode te auxiliar no processo de autoconhecimento -
Foto: Elijah O'Donnell/Pexels / João Bidu

Vivemos em um sociedade onde nossa rotina diária se resume a trabalhar, se alimentar e dormir. Com isso, o pouco tempo que sobra acabamos investindo em lazer para descontrair, não sobrando tempo para conhecermos a nós mesmos.

Uma ótima maneira de aliar momentos de descontração a nossa rotina agitada é viajando. Viajar é uma possibilidades que temos de sairmos completamente da bolha em que vivemos. Esse movimento nos leva ao autoconhecimento, devido a análise de qual é nossa resposta de curto a longo prazo quando enfrentamos situações inusitadas sem a rede de proteção que a nossa zona de conforto oferece, sejam essas situações de adversidade ou não, trazendo também mais oportunidade de introspecção, importantes para que nos conectemos com o nosso eu interior. 

Esses momentos de introspecção em um território novo, nos permite aprimorar ainda mais nossa própria noção de nós mesmos, e nos leva a um novo patamar de conhecimento da pessoa a qual geralmente mais negligenciamos, nós mesmos.

Mas como fazer isso?

Não é necessário fazer uma viagem para um mosteiro onde você ficará recluso do mundo exterior por alguns dias para ter essa experiência, apesar dessa também ser uma ideia interessante e que provavelmente te levará a um alto grau de introspecção.

O interessante de viajar é que o autoconhecimento está proporcionalmente ligado a esse ato. É uma parte importante de todas as viagens, e razão pela qual viajar traz uma sensação de realização á muitas pessoas. 

É claro que alguns destinos nos traz mais perto de nós mesmos que outros, como uma viagem á Índia ou a Machu Picchu, por serem locais que ainda hoje valorizam a procura do caminho para o ser divino que habita em cada um de nós, mas nossa sabedoria interna se expande não importa o destino.

Viajar sozinho

Estamos acostumados a viver em grupo, pois o sentimento que o coletivo nos traz muitas vezes é o fogo que mantem nossa chama acesa. Mas uma maneira de se conectar ainda mais com o local visitado e a si mesmo é viajando sozinho. 

Aprendemos muito saindo de nossa zona de conforto. Partir sozinho para um local desconhecido pode ser um grande aliado para quem procura se conectar consigo mesmo, pois desse modo não é necessário fazer concessão alguma, seja de lugares para visitar, os horários de visitá-los, ou até mesmo de onde se alimentar entre um passeio e outro. Sendo assim, tudo acontece de acordo suas vontades e anseios. O que te leva a estado de maior vulnerabilidade emocional, tendo que criar suas próprias concepções do zero, já que não estará com uma conexão pré-existente ao seu lado o tempo todo.

Viajar sozinho também é uma maneira de encontrar o seu próprio ritmo pessoal de fazer as coisas, já que apenas você estará tomando as decisões, sendo o único a ser afetado por elas.

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
João Bidu
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade