0

5 lições de Vênus retrógrado sobre o amor

Entenda o que o período de Vênus retrógrado nos ensinou sobre o amor

25 jun 2020
15h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O período de Vênus retrógrado deixou algumas lições sobre o amor - Crédito: Loe Moshkovska/Pexels
O período de Vênus retrógrado deixou algumas lições sobre o amor - Crédito: Loe Moshkovska/Pexels
Foto: João Bidu

A cada 18 meses, Vênus - o planeta do amor, das finanças e da beleza - fica retrógrado. Neste ano, o astro se movimentou na retrogradação de 13 de maio a 25 de junho, no signo de Gêmeos.

Nesse período, é possível que tenha ocorrido reviravoltas nos relacionamentos, confusões nas finanças e também dificuldade na sua autoimagem, associada à beleza. E apesar de finalizado o ciclo de retrogradação, Vênus tem uma sombra que deve durar até o fim do mês de julho.

Mas, já é possível retomar os assuntos ligados ao planeta e compreender as mudanças que ocorreram. Por isso, seguem 5 lições de Vênus retrógrado para analisar como é possível tirar aprendizados sobre o amor desse período, que pode ter sido conturbado.

O que aprendemos sobre o amor com Vênus retrógrado

Revisar é sempre necessário

Às vezes, estamos em um relacionamento no modo automático. A retrogradação de Vênus em Gêmeos trouxe questionamentos associados ao diálogo, ao lazer e também a indagação pertinente sobre aonde aquele "status" irá nos levar.

Muitas vezes é necessário acender uma luz para que ocorra essa revisão e a retrogradação foi exatamente isso. E a questão do relacionamento não se limita ao romântico; também é sobre as parcerias, sociedades e amizades.

Essa mesma ideia se aplica à área das finanças: estamos gastando e poupando de forma adequada?

Autoconhecimento e amor próprio

Vênus saiu da retrogradação, mas deixou Mercúrio, Saturno, Júpiter, Plutão e Netuno - sendo este último o mais recente a se movimentar para trás.

Essa influência contribui para canalizarmos nossa energia para o interno, não para o externo. A introspecção faz parte desse processo de revisão e autoconhecimento.

É possível que tenhamos ajustado a nossa vela, nos posicionado melhor no leme para seguir a favor do vento, e não contra. Tudo para que cheguemos em nossos objetivos de vida e nos desenvolvamos como seres humanos.

Resolver pendências é muito importante

  • Os planetas retrógrados também têm a tendência de trazer à tona questões do passado. Considerando que Vênus está conectado a relacionamentos românticos e platônicos, é provável que ex-parcerias surgiram durante esse período, nos dando a oportunidade de finalmente ter a sensação de encerramento ou entender o que deu errado.

Além disso, conflitos do passado não superados retornam como uma chance para resolver problemas de longa data e virar uma nova folha.

Que é muito difícil ler a mente do outro

É comum, em algumas áreas da vida, nós não sabermos expressar nossos sentimentos ou ainda não permitir que os parceiros tenham espaço suficiente para comunicar os deles. A maioria dos problemas de relacionamento pode ser resolvida simplesmente apontando o que está errado de uma maneira não acusatória e, depois, trabalhando juntos no problema. Esse movimento retrógrado revelou que não podemos esperar que as pessoas leiam nossa mente ou saibam exatamente o que está acontecendo, a menos que nós transformemos as emoções em palavras.

Equilíbrio e liberdade

Quando Vênus está em Gêmeos é de espírito livre, independente e de mente aberta. Esse movimento retrógrado também o incentivou a encontrar um equilíbrio saudável entre ter espaço pessoal no relacionamento e estar junto. Como todo relacionamento é diferente, é importante identificar o que funciona para você e quais são suas necessidades.

Texto: Bruna Giorgi - Astróloga

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
João Bidu
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade