0

"Nunca beijei": o relato de um 'assexuado' de 26 anos

18 ago 2015
06h56
atualizado às 07h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Tom tem 26 anos. Ele é virgem. Nunca se apaixonou. E é pouco provável que isso mude um dia.

'Apaixonar-se por alguém não é algo muito prazeroso', confessou Tom
'Apaixonar-se por alguém não é algo muito prazeroso', confessou Tom
Foto: Divulgação/BBC Brasil

Ele não gosta de tocar outras pessoas e acha algumas músicas sentimentais demais. Cenas de sexo em filmes são uma interrupção sem sentido na trama. "Eu fui criado no esquema tradicional de 'você não pode fazer sexo antes do casamento'", conta.

E foi somente quando tinha 22 anos que Tom percebeu que era o que chama de "um não-romântico assexuado". Um assexuado é alguém que não sente atração sexual.

Tom diz que ser 'não-romântico' significa que ele nunca se apaixonou por ninguém – nem espera que isso vá acontecer um dia.

"Se você pensa em orientação sexual como algo que define 'com quem você vai querer fazer sexo', a orientação romântica define por quem você vai se apaixonar", explica.

"Pelo que eu sei sobre isso, apaixonar-se por alguém não é algo muito prazeroso – me parece que seria um pouco estranho", diz.

O termo assexuado não é comum, mas já até ficou famoso ao ser usado para caracterizar um político britânico no passado. O antigo primeiro-ministro do Reino Unido Edward Heath, falecido em 2005, já foi descrito como um "completo assexuado" por um amigo próximo depois de ter sido acusado de ter cometido abuso sexual no passado. O amigo disse que "nunca havia percebido um sinal de sexualidade em Heath, seja com mulheres, homens ou crianças."

Ex-primeiro ministro Edward Heath é descrito como 'assexuado' por amigos; ele nunca casou
Ex-primeiro ministro Edward Heath é descrito como 'assexuado' por amigos; ele nunca casou
Foto: Divulgação/BBC Brasil

Não é uma palavra que todos entendem, e Tom diz que isso torna a situação ainda mais difícil para ser assumida. "Minha família não entende e eles não querem falar sobre isso, mas alguns dos meus amigos sabem". "Uma pessoa gay só precisa apresentar o namorado(a) e ficará óbvio que ela é gay. É mais difícil se você é um assexuado", desabafa.

Quando era adolescente, Tom ainda não havia percebido que era assexuado – mesmo quando seus amigos fantasiavam sobre garotas. "Existe atração sexual quando você quer fazer sexo com uma pessoa e atração romântica quando você quer ter um relacionamento amoroso", afirma.

"Mas também há a atração estética, quando você acha que alguém tem uma aparência agradável, da mesma forma que acha que o pôr-do-sol tem uma aparência agradável, que é o que sentia. Mas eu não percebia que a minha experiência com isso era diferente da dos outros", conta.

Tom percebeu que era assexuado depois de ler um artigo em uma rede social quando ele tinha 22 anos – embora admita que levou algumas semanas para que se sentisse pronto para assumir a assexualidade. "As coisas começaram a fazer sentido, coisas como por que as pessoas eram tão obcecadas com o sexo oposto e eu não era."

"Na faculdade, havia milhares de coisas sobre saúde sexual sendo empurradas para você por todos os lados – enquanto para mim isso não era interessante, nem relevante", lembra. "Eu achava que a minha experiência era a mesma da maioria das pessoas e que os que transavam o tempo todo eram a minoria – quando, provavelmente, a realidade é o contrário disso."

Pessoas assexuadas não sentem atração sexual por homens, nem mulheres
Pessoas assexuadas não sentem atração sexual por homens, nem mulheres
Foto: Divulgação/BBC Brasil

Tom sempre foi solteiro e acredita que nunca terá uma namorada. Ele diz que até gostaria de um companheiro

(a) a longo prazo, mas que "é aquela coisa que parece tão improvável, que eu nem me sinto na condição de querer – é como ser um astronauta".

"Às vezes isso faz eu me sentir triste – é pior para mim quando estou doente e estou preso no apartamento sozinho, seria legal ter uma companhia nessa hora."

"Se você olhar para casais mais velhos que realmente amam muito um ao outro, eles provavelmente não estão apaixonados, nem se sentem mais atraídos sexualmente – eu acho que gostaria de pular a primeira parte do relacionamento e ir direto para essa fase", confessa.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade