0

Pesquisa: 10% dos britânicos não vão ao médico tratar DST por vergonha

  • separator
  • comentários

Um em cada dez britânicos sofre com uma doença sexualmente transmissível (DST) e não procura ajuda médica porque se sente "muito envergonhado", de acordo com uma nova pesquisa. O levantamento mostra ainda que 25% dos homens que sofrem com algum problema sexual - como dores ou disfunção erétil - não procuram tratamento pelo mesmo motivo. As informações são do Daily Mail.

O estudo realizado pelo UKMEdix.com, com o objetivo de descobrir mais sobre a saúde sexual das pessoas, foi focado especificamente nos problemas em que os britânicos não procuram ajuda de um profissional.

Durante a pesquisa, os entrevistados com algum tipo de problema sexual foram convidados a adivinhar o diagnóstico. Os resultados mostram que 35% acreditavam ter uma doença sexualmente transmissível, 27% tinham disfunção erétil ocasional ou frequente e 22% sentiam dor durante o sexo.

Quando questionados porque ainda não haviam procurado um médico, 55% afirmaram sentir vergonha, enquanto 29% disseram ficar preocupados com o resultado.

Eles ainda foram questionados se tinham procurado conselhos de conhecidos. Quase dois terços contaram o problema para o parceiro e um em cada cinco procuraram os amigos. Pouco menos de 10% preferiu contar para alguém da família em vez de um médico.

A pesquisa mostrou ainda que 62% dos homens com problemas tentaram fazer um auto-diagnóstico com informações da internet, enquanto 18% optou por comprar medicamentos por conta própria. 

"Parece que os britânicos gostam de manter seus problemas sexuais em segredo, mas ignorar um potencial problema de saúde nunca é uma boa ideia. Embora possa parecer embaraçoso, descobrir o que está errado e procurar ajuda adequada para corrigir isso é melhor que varrer o problema para debaixo do tapete”, disse Peter Farley, da UkMedix.

<p>Quando questionados porque ainda não haviam procurado um médico, 55% dos homens afirmaram sentir vergonha, enquanto 29% disseram ficar preocupados com o resultado</p>
Quando questionados porque ainda não haviam procurado um médico, 55% dos homens afirmaram sentir vergonha, enquanto 29% disseram ficar preocupados com o resultado
Foto: Getty Images

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade