0

Veja 6 fatos importantes que você precisa saber sobre lubrificantes

2 out 2012
19h40
atualizado às 19h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Lubrificação pode ser um elemento a mais para apimentar as relações, por isso o site Your Tango listou seis informações importantes que você deve ter em mente para não estragar tudo na hora H. Veja:

Atenção ao uso de lubrificantes à base de óleo que podem danificar os preservativos
Atenção ao uso de lubrificantes à base de óleo que podem danificar os preservativos
Foto: Getty Images

1. Há vários tipos de lubrificantes: alguns deles são feitos à base de água, são seguros para usar com preservativos e ainda são fáceis de limpar. Os feitos à base de óleo podem prejudicar o látex da maioria dos preservativos e são mais usados por casais que consensualmente decidem não usar a proteção. Há ainda versões feitas com silicone, que não são absorvidos pelo corpo, e, portanto, conferem bastante lubrificação. Esses são mais apropriadas para encontros na água ou sob o chuveiro, por exemplo. É possível ainda encontrar versões com ingredientes naturais e orgânicos, que são indicados para pessoas com alergias.

2. Quando o produto ainda não havia sido inventado, era comum o uso de azeite de oliva, além de manteiga e outros óleos, incluindo o de amendoim, o que deve ter causado reações alérgicas em pessoas intolerantes ao alimento.

3. O perfume do lubrificante fica diferente dependendo da pessoa que o usa. Portanto, o preferido de outra pessoa pode não ser o mais apropriado para você. E lembre-se de jamais compartilhar o produto, mesmo que pareça inofensivo.

4. Pesquisas apontam que o uso de lubrificantes pode aumentar o prazer sexual, mesmo quando não existe necessidade física de usá-lo. Em 2009, a Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, pesquisou a informação com 2.400 mulheres e descobriu que 65% desfrutava de mais prazer quando usava lubrificantes apenas porque era algo divertido.

5. Existem no mercado lubrificantes que são indicados para uso masculino e outros para serem aplicados em mulheres. Isso porque alguns podem causar sensação de que a pele esquentou e outros de que a região esfriou. Mas, em geral, o mesmo produto pode ser usado pelo casal, já que as partes íntimas masculina e feminina não requerem tipos distintos de fluídos.

6. Lubrificantes não precisam ser usados apenas para sexo com penetração. Sexo oral, uso de brinquedos e prelimares podem ser beneficiados com o produto. E alguns ainda podem ser usados para massagens.

 

 

Veja também:

Tender recheado de Natal
Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade