5 eventos ao vivo

Relação entre a alimentação e a menopausa: confira

Saiba mais sobre como a alimentação e a menopausa podem estar mais relacionadas do que você pensa!

11 mai 2018
12h58
atualizado em 14/5/2018 às 10h49
  • separator
  • comentários

A alimentação é responsável por fornecer os nutrientes essenciais para o organismo: através dela, podemos garantir saúde e bem-estar. Ter uma dieta equilibrada e praticar exercícios regularmente é fundamental para se ter uma vida saudável. As pesquisas sobre saúde e alimentação estão cada vez mais avançadas e uma delas, sobre como as dietas podem influenciar na menopausa, foi feita recentemente no Reino Unido. Saiba mais sobre ela e sobre a relação entre a alimentação e a menopausa a seguir:

A lentilha é rica em antioxidantes que podem atrasar a menopausa
A lentilha é rica em antioxidantes que podem atrasar a menopausa
Foto: Shuttersotck / TudoGostoso

Alimentação e a menopausa

O estudo feito pela Universidade de Leeds, no Reino Unido, avaliou em 914 mulheres britânicas como as diferentes dietas podem ocasionar a menopausa precoce ou tardia. Publicado no Journal of Epidemiology & Community Health, o estudo apresenta possíveis explicações para o fenômeno, apesar de não comprovar exatamente a causa. Outros fatores como a genética, histórico reprodutivo e uso de hormônios também podem influenciar no corpo feminino. Ou seja: os resultados da pesquisa vistos sozinhos não são conclusivos.

Alimentação e menopausa: alimentos ricos em antioxidantes podem atrasar a menopausa
Alimentação e menopausa: alimentos ricos em antioxidantes podem atrasar a menopausa
Foto: Shutterstock / TudoGostoso

Apesar de não apresentar uma razão definitiva na sua análise, o estudo apresentou padrões alimentares correlacionados à menopausa. Uma dieta baseada em carboidratos foi associada à menopausa precoce, que chegou até 1 ano e meio antes da média britânica de 51 anos. Esses alimentos, como pães, massas e arroz, aumentam a resistência à insulina, interferindo nos hormônios sexuais. Essa relação pode fazer com que os ciclos menstruais aumentem, esgotando os óvulos mais rapidamente.

Dietas ricas em leguminosas e peixes oleosos fora relacionadas a um atraso de até 1 ano e meio na chegada da menopausa. Alimentos como feijão, lentilha e grãos são ricos em antioxidantes, os quais podem ajudar a manter a menstruação ocorrendo por mais tempo. O ômega-3 presente nos peixes também estimula a ação antioxidante no organismo. Apesar da inconclusividade do estudo, as análises apresentadas mostram como nosso corpo é diretamente influenciado pela alimentação.

Alimentação e menopausa: alimentos ricos em carboidratos podem adiantar a menopausa
Alimentação e menopausa: alimentos ricos em carboidratos podem adiantar a menopausa
Foto: Shutterstock / TudoGostoso
TudoGostoso

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade