1 evento ao vivo

Como saber se o alimento é integral mesmo

Fique atento na hora das compras: confira as dicas de como saber se o alimento é integral mesmo e não leve o produto errado para casa

3 dez 2019
18h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Produtos integrais são aliados de todo mundo que está tentando perder peso ou sofre com prisão de ventre: a grande quantidade de fibras presentes nesses alimentos traz diversos benefícios para nossa saúde. Entretanto, muito se discute acerca desses alimentos: nem sempre o que pensamos que é integral é, de fato, integral. Por isso, selecionamos dicas de como saber se o alimento é integral mesmo. Confira a seguir:

Descubra como saber se os alimentos que você consome são realmente integrais
Descubra como saber se os alimentos que você consome são realmente integrais
Foto: Shutterstock / TudoGostoso

Como saber se o alimento é integral mesmo

O que são produtos integrais

Os alimentos integrais são aqueles que não passaram por nenhum processo de refino, sendo assim mais saudáveis, uma vez que o refino retira características benéficas dos produtos para aumentar sua vida útil.

Como saber se o produto é realmente integral

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não define as quantidades mínimas para um produto ser considerado integral, o que faz com que muitos fabricantes comercializem produtos que não podem ser considerados integrais. Por isso, é preciso estar atento ao rótulo antes de comprar algum produto. Existem algumas indicações que devemos seguir:

De olho no rótulo

Estar atento às informações nutricionais do rótulo é essencial para descobrir se o produto é ou não integral. Por isso, leia a composição e ingredientes que constam no produto: se for um produto que contém farinha branca ou farinha de trigo enriquecida, não é um produto 100% integral. Além da farinha integral, que deve ser obrigatória nesses alimentos, existem outras opções que podem ser usadas no lugar da farinha de trigo refinada, por isso, fique atento.

Preste atenção na composição

Além das informações de ingredientes, os rótulos também devem conter informações de composição que são fundamentais para sabermos a precedência do alimento. Para produtos integrais, é importante estar atento à quantidade de fibras: cada porção de 50 g deve conter mais de 3 g de fibras alimentares. O açúcar refinado também não pode estar listado, sendo substituído por açúcar mascavo, mel ou adoçantes. O sódio também não deve ultrapassar o limite de 5% e, além disso, não deve constar muitos aditivos químicos e conservantes.

Consistência diferente

Os produtos integrais, por não conterem grande quantidade de farinha branca, são mais duros e consistentes, uma vez que a farinha integral é enriquecida com grãos e fibras. Dessa forma, se você compara o pão comum com o pão integral, por exemplo, eles possuem consistência diferente, sendo o pão comum mais macio e o pão integral mais firme. Se você comprar um produto integral que seja muito maleável, desconfie: ele provavelmente foi enriquecido com farinha branca.

Ingredientes que são realmente integrais

Linhaça, gergelim, semente de girassol, quinoa, aveia, centeio e cevada são exemplos de grãos que podem estar listados como componentes de produtos integrais. Por isso, busque por eles nos rótulos, uma vez que a farinha integral é enriquecida com esses grãos a fim de elevar seu valor nutritivo.

TudoGostoso
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade