3 eventos ao vivo

Como escolher vinhos bons e baratos

Confira no blog do TudoGostoso as melhores dicas de como escolher vinhos bons e baratos: veja como aliar bom preço a um produto de qualidade

2 dez 2019
17h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar do que muita gente pensa, nem sempre é preciso gastar muito dinheiro na hora de comprar um bom vinho: existem muitas opções no mercado que apresentam um ótimo custo-benefício, aliando qualidade e economia. Mas para não errar na hora de comprar um bom vinho e ainda conseguir economizar, é preciso seguir algumas orientações para garantir o sucesso. Por isso, o TudoGostoso selecionou dicas incríveis de como escolher vinhos bons e baratos. Confira!

Confira as dicas para escolher bons vinhos que caibam no orçamento
Confira as dicas para escolher bons vinhos que caibam no orçamento
Foto: Shutterstock / TudoGostoso

Como escolher vinhos bons e baratos: confira as dicas

De olho de onde vem

A tradição da Europa como produtora de vinhos é muito conhecida no mundo inteiro, mas isso não significa que os vinhos europeus são melhores. Na América do Sul, incluindo o Brasil, existe uma grande variedade de vinhos excelentes que costumam sair mais baratos que vinhos europeus. Isso acontece porque as taxas transporte e importação de produtos europeus são maiores que as dos países latino-americanos. Por isso, se quiser economizar, dê preferência para os vinhos chilenos ou argentinos, por exemplo, que são muito bons e mais baratos.

Tipos de uva

Cada país tem sua variedade de uva especial: na Argentina, por exemplo, a especialidade é a uva Malbec, no Chile é a Carbenet Sauvignon, na Espanha é a Tempranillo, no Brasil é a uva Merlot e por aí vai. Isso significa que um vinho Malbec argentino é mais caro que um vinho Malbec do Chile, o que  não significa que a versão chilena seja ruim, mas definitivamente mais barata: dessa forma você pode testar a mesma variedade de uva de diferentes países e descobrir de qual mais gosta!

Preste atenção na safra

Uma das informações principais contidas no rótulo dos vinhos é a safra, que se refere ao ano de produção. Hoje em dia, a maioria dos vinhos produzidos são jovens, ou seja, para serem consumidos rápido. Mas é preciso prestar atenção na safra: quanto mais antigo for o vinho, mais caro ele será. Por isso, investir em vinhos jovens é a melhor opção na hora de buscar bons vinhos baratos; além do melhor preço, vinhos mais jovens são mais leves e suaves, o que agrada a maioria das pessoas, ao contrário dos vinhos mais antigos, que são mais encorpados e de sabor mais forte.

Valorize os vinhos nacionais

O Brasil produz muitos vinhos na Serra Gaúcha e que são admirados no mundo todo. Como são produzidos aqui, esses produtos não recebem uma série de taxas impostas aos vinhos importados, o que faz com que sejam mais baratos e de ótima qualidade. Por isso, se procura um excelente custo-benefício, experimente os vinhos nacionais: eles podem te surpreender.

Cuidado com os rótulos

Muitas empresas investem no visual dos rótulos e das garrafas dos produtos para atrair os consumidores, mas nem sempre as garrafas mais bonitas contém os melhores vinhos. Por isso, sempre leia os rótulos e saiba o que está comprando.

TudoGostoso
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade