PUBLICIDADE

Receita fácil: Acarajé com caruru levinho

Prepare acarajés com caruru levinho para servir em casa

22 set 2021 12h33
| atualizado em 1/10/2021 às 11h21
ver comentários
Publicidade

Comecei a preparar em casa o acarajé com caruru levinho porque na verdade eu gosto mais do bolinho sem acompanhamento. O nome do bolinho puro é acará. Acarajé quando recebe os recheios. No entanto, acho o acarajé completo um pouco pesado. A mistura servida no recheio - o vatapá, o caruru, o molho de salada, e o molho de pimenta com um camarão seco por cima, só como em dias especiais.

Acarajé com caruru levinho
Acarajé com caruru levinho
Foto: Marcia Zoladz / Cozinha da Marcia

Por isso, quando preparo o acarajé pequeno sirvo acompanhado de um caruru bem levinho, mas ainda assim engrossado com camarão seco e com uns camarões para enfeitar. É claro que eu sei que o acarajé com o caruru levinho não é o tradicional servido pelas baianas. E também não é o acará  - o bolinho de feijão fradinho sem sal, servido nos cultos de matriz africana. Mas tem seu charme. Ele pode ser frito no azeite de dendê, no azeite de oliva ou ainda no óleo de canola.

Também reduzi o tamanho dos bolinhos. Eles ficaram iguais aos da porção que as baianas vendedoras de acarajé usam para testar o calor do óleo. Os bolinhos também são uma oferenda à Iansã, Oyá em iorubá, a deusa guerreira que luta pela sua felicidade.

Receita

Porções: 8 unidades

Tempo de preparo: 15 minutos mais 8 horas de molho

Ingredientes:

  • Para os bolinhos ou acarás
  • 500g de feijão fradinho
  • 1 / 2 colher de chá de sal
  • 500g de cebola
  • 150g de camarão seco
  • 2 xícaras de óleo
  • 2 colheres de sopa de azeite de dendê
  • Para o caruru
  • 500 g de quiabo
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • Suco de meio limão
  • 1 / 4 de xícara de camarão seco
  • Sal
  • 1 pimenta dedo-de-moça
  • 10 castanhas de caju sem sal

Instruções:

  • A receita a seguir tem três etapas que tomam pouco tempo.
  • Primeiro prepare os feijões fradinhos que são a  base da massa. Quebre os grãos de feijão no liquidificador, cubra com água e deixe de molho por uma noite.
  • A segunda etapa é preparada no dia que for servir o acarajé.
  • Primeiro prepare o caruru - refogue a cebola picada com os dentes de alho amassados no óleo, acrescente os quiabos cortados em rodelinhas, misture bem, tempere com sal e a pimenta picada. Cozinhe bem os quiabos acrescentando um quarto de xícara de água por vez até ficarem macios. Assim não soltam muita água. Polvilhe o refogado com uma colher de sopa da farinha de camarão seco,  misture bem para engrossar o caldo. Junte o suco de limão e acerte o sal.
  • Prepare a massa dos bolinhos do acarajé  enquanto o caruru cozinha. Esfregue os grãos que ficaram de molho com as mãos e as pontas dos dedos para soltar bem as peles. Utilize uma faca pequena para retirar os olhinhos pretos que não soltarem.
  • Em seguida escorra os grão em baixo da torneira de água fria. Pique a cebola em pedaços muito pequenos. Bata a cebola  e  o feijão fradinho no liquidificador com a função pulsar. Provavelmente será preciso preparar essa massa em partes para não  encher demais o copo  do liquidificador.   Aguarde aproximadamente meia hora para a cebola começar a fermentar.
  • E comece a bater essa massa em uma tigela bem alta com o auxílio de uma colher de pau. A massa vai crescer porque a cebola funciona como um fermento. Siga batendo fazendo movimentos circulares do fundo da panela para cima, para incorporar bastante ar na massa. A massa estará pronta quando dobrar de volume. Mas não se impressione, pois ela cresce bem rápido.
  • Aqueça uma frigideira com dois dedos de altura de óleo vegetal e duas colheres de sopa de azeite de dendê, para dar cor aos bolinhos. Para fazer os bolinhos pegue um pouco de massa com uma colher de sobremesa e escorra-a no óleo com o auxílio das costas de outra colher do mesmo tamanho. Desse modo evita-se que os bolinhos caiam com força no óleo.  Doure os bolinhos dos dois lado, retire-os do  óleo com uma escumadeira e escorra-os em uma tigela forrada com papel de cozinha.
  • Sirva os acarajés recheados com o refogado de quiabo polvilhado com as castanhas de caju picadas, e molho de pimenta à parte.

Notas

O molho de pimenta pode ser comprado pronto, ou se quiser fazer em casa e só amassar duas pimentas malaguetas em duas colheres de sopa de azeite de dendê. Coloque em uma tigelinha de barro na mesa, ao lados dos bolinhos.

Cozinha da Marcia
Publicidade
Publicidade