PUBLICIDADE

Azeite: conheça os tipos e propriedades do produto

3 set 2021 18h02
ver comentários
Publicidade
Guia da Cozinha - Azeite: conheça os tipos e propriedades do produto
Guia da Cozinha - Azeite: conheça os tipos e propriedades do produto
Foto: Guia da Cozinha

O consumidor brasileiro busca cada vez mais uma alimentação balanceada e saudável. Por esse motivo, o interesse pelo azeite cresce a cada ano no Brasil, segundo um estudo realizado pela FIESP. Visto que essa iguaria é uma gordura proveniente da azeitona, o fruto da oliveira, ela é rica em vitaminas e substâncias antioxidantes que fazem bem ao nosso organismo.

A azeitona, por sua vez, é um alimento presente em grande parte das cozinhas e o azeite é um dos elementos base da dieta mediterrânica, considerada uma das mais saudáveis do mundo. Florescendo na primavera, as azeitonas passam pelo processo de maturação até o outono, época em que acontece a colheita.

Após esse processo, o azeite é produzido e subdividido em três tipos com propriedades e sabores diferentes. Veja abaixo:

Extra Virgem

Nesta categoria, o produto deve ter até 0,8% de acidez e sem defeito organoléptico/sensorial, sendo este o tipo de azeite que tem melhor preservadas as suas qualidades de aroma e sabor. A acidez de até 0,8% é um indicativo de que todas as etapas de processamento (maturação da azeitona, colheita do fruto, limpeza, extração e embalagem) foram realizadas de forma adequada.

Virgem

Azeites que apresentam algum defeito sensorial e/ou com acidez acima de 2% são denominados azeite virgem. Produtos com acidez acima de 2% não são adequados para o consumo, sendo que estes produtos são submetidos a um processo químico denominado refinamento, o qual se reduz a acidez do produto adequando-o ao consumo.

De Oliva

O processo de refinamento nos azeites virgens remove, além da alta acidez, as substâncias aromáticas e de sabor, bem como os antioxidantes naturais, pigmentos de cor e as vitaminas. Nesta fração refinada do produto, normalmente se adiciona uma pequena quantidade de azeite extra virgem para repor um pouco de sabor, aroma e cor ao produto final. Estes azeites, então, são denominados comercialmente como "Azeite de Oliva" e sua acidez é de até 1%.

Colaboração: Andorinha

Guia da Cozinha
Publicidade
Publicidade