0

Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo

4 jul 2020
07h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Foto: Guia da Cozinha

Aprenda como combinar vinho e churrasco na medida certa e tenha uma experiência diferente!

Que o churrasco é bom, todo bom brasileiro já sabe. Não há nada melhor que assar uma carne no fim de semana, curtir uma música e tomar uma cerveja, né? Aliás, nós brasileiros temos uma gama de bebidas para acompanhar uma boa carne assada. Mas, uma tendência tem crescido entre nós ultimamente, que é harmonizar o vinho e o churrasco.

Você aí deve estar se perguntando como combinar vinho e churrasco, mas, se parar para pensar, nossos vizinhos fronteiriços, como os argentinos e uruguaios, já fazem isso constantemente! Não é preciso ser um expert para começar a se aventurar na combinação dos vinhos e carnes. Existem algumas regras básicas que você pode seguir para começar a incorporar o hábito de tomar um bom vinho no churrasco de domingo. Quer ver só?

Combina mesmo?

Sim, os vinhos podem ser excelentes opções para acompanhar as carnes que são servidas no churrasco. Isso porque existem várias tipificações de uvas que harmonizam bem com diversos tipos de carne, tanto bovina quanto suína e até aves. Por isso, é importante estar atento na acidez, nos taninos (que são substâncias capazes de definir a estrutura da bebida) e no amargor que compõem o vinho. Em consonância a isso, é preciso observar os cortes de carne que serão utilizados no churrasco. Cada tipo de carne vai demandar um tipo de vinho diferente.

As carnes

Para aprender como combinar vinho e churrasco, primeiro temos que saber que tipo de carnes estarão presentes. É aconselhável ter um vinho para cada corte de carne utilizada. O churrasco sempre começa com uma carne mais leve, como as linguiças e o frango. Esse tipo de carne pode ser bem acompanhada de um vinho branco. Vão harmonizar bem com a farofa e vinagrete que virão em seguida. Para o frango e o tão saboroso pão de alho, aposte em um Sauvignon Blanc ou Carmenère. O vinho que harmoniza perfeitamente com a carne suína é o do tipo Rosé ou espumante!

Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Foto: Guia da Cozinha

Quanto às carnes bovinas, existem alguns cortes comuns do churrasco que pedem vinhos com um maior nível de taninos, vinhos que foram armazenados em barris de carvalho. Os cortes que possuem mais gorduras e são suculentos, como o contrafilé, podem ser consumidos com um Malbec, por exemplo. Em relação a picanha e a alcatra podem ser facilmente acompanhada de um Cabernet Sauvignon; este tipo de vinho possui uma acidez que ajuda a quebrar a gordura da carne e limpar o paladar. Vai rolar aquela carne com molho barbecue? Sem problemas, aposte em um vinho Syrah que vai equilibrar o sabor intenso do molho com o vinho, deixando o paladar aguçado para ambos os sabores.

Um só vinho para o churrasco todo?

Para quem ainda não se acostumou com a ideia de uma cartela de vinhos que acompanha todo churrasco, é possível escolher apenas um tipo de vinho para beber durante a refeição. O Malbec ou o Cabernet Sauvignon podem ser uma boa pedida para saborear as carnes bovinas no geral. Então, experimente tomar uma taça quando este tipo de carne já estiver pronta para ser servida!

Dica bônus

Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Guia da Cozinha - Vinho e churrasco: uma combinação que tem tudo para dar certo
Foto: Guia da Cozinha

Você pode até ter curtido a ideia de tomar um vinho com aquela sua carne preferida, mas e no verão? Uma cervejinha gelada pode ser substituída por uma garrafa de vinho perto do calor da churrasqueira? A resposta é: sim! Coloque o vinho para gelar seja na geladeira ou num balde com gelo. A temperatura ideal do vinho tinto deve ser algo em torno de 14 e 18°C. Quanto aos vinhos brancos ou espumantes, esses podem gelar um pouco mais, em uma temperatura de 5 a 10°C. Agora é só aumentar o volume do pagode, do sertanejo ou do que você quiser ouvir aproveitar esse churrasco, digamos, mais sofisticado.

Veja também:

Já pensou em um drinque para a noite de Natal ou Reveillon?
Guia da Cozinha
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade