Saiba qual o melhor chocolate para fazer ovos de Páscoa caseiros

30 mar 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Guia da Cozinha / Guia da Cozinha

Confira qual o melhor chocolate para se fazer ovos de Páscoa caseiros e arrase nas receitas!

A Páscoa está cada vez mais próxima, e para você que está pensando em confeccionar ovos caseiros eis o momento de colocar a mão na massa e começar a produzir. Claro que, para os iniciantes isso pode parecer uma tarefa complicada. O chocolate pode não derreter direito ou não se sabe ao certo qual espessura usar para fazer os ovos na forminha. As perguntas são muitas e cada uma dessas dúvidas pode impactar no resultado do seu ovo de Páscoa caseiro.

Mas, uma das perguntas mais frequentes e pertinentes para quem vai começar a fazer ovos de Páscoa caseiro é: qual o melhor chocolate para se fazer ovos de Páscoa? E não é para menos, no mercado encontramos diversas marcas e várias opções de chocolate para se usar na confecção dos ovos. É disso que vamos falar hoje! Quando se trata de chocolates para se usar na confeitaria, existem 3 tipos principais: o chocolate nobre, o fracionado e o hidrogenado.

Chocolate nobre

O chocolate nobre, sendo esse o mais caro das três opções, é um chocolate produzido com pelo menos 25% de manteiga de cacau. Toda essa quantidade de manteiga de cacau permite que o chocolate derreta na boca; você não precisa mastigar para provar seu intenso sabor. Ele é uma boa pedida para fazer as cascas dos ovos de Páscoa. Também é mais indicado para se fazer ovos de Páscoa sem recheio, pois aqui a prioridade é o sabor e a textura brilhante do chocolate.

Mas atenção: o chocolate nobre, por conta da presença rica em manteiga de cacau, exige uma manipulação específica que é chamada de têmpera ou temperagem. Esse processo garante que você tenha uma casquinha mais estável e mais brilhosa, facilitando todo o seu processo de produção. Esse processo consiste em, basicamente, movimentar o chocolate derretido em um determinado tempo até obter uma temperatura necessária.

Chocolate fracionado

Certo, achou que lidar com chocolate nobre possa ser mais difícil? Não se preocupe. A próxima opção é o chocolate fracionado. Sendo uma opção mais barata que o chocolate nobre, o fracionado possui outro tipo de gordura em sua composição, geralmente a vegetal é a mais utilizada. Esse tipo de chocolate não demanda o processo de temperagem, então pode ser derretido e utilizado mais facilmente. Por serem mais fluídas, elas garantem uma casquinha mais fina e rendem muito mais! Além disso, o chocolate fracionado resiste a temperaturas mais elevadas.

Chocolate hidrogenado

Por último, mas não menos importante, temos o chocolate hidrogenado. Ele é o mais barato de todos, em termos de custo benefício. É feito com gordura vegetal hidrogenada, logo, não terá o mesmo efeito que o chocolate nobre, que derrete na boca. No entanto, ele é um chocolate macio e ideal para fazer raspas ou pequenas esculturas/enfeites para seus ovos de Páscoa caseiros. O chocolate hidrogenado aguenta muito bem as variações de temperatura, logo, é perfeito para chocolates que vão ficar expostos por muito tempo.

Dica bônus

Viu só como cada tipo de chocolate tem a sua especificidade? Mas fique atento: cada chocolate funciona em uma temperatura ideal. Por isso, observe o local em que você mora para fazer a melhor escolha de chocolate. Se é uma região mais quente, prefira a opção hidrogenada, que funciona melhor em variações de temperatura. Com a presença da manteiga de cacau, o chocolate começa a derreter em cerca de 28°C.

Chocolate em formatos de moeda são muito mais fáceis para derreter, mas se você mora em regiões mais úmidas, é aconselhável escolher um chocolate em barra para preparar as suas receitas. Isso porque o chocolate em barra tem menos contato com o ar, logo, absorvem muito menos umidade!

Guia da Cozinha
Publicidade
Publicidade