0

Como fortalecer a imunidade das crianças com a alimentação

25 mar 2020
18h18
  • separator
  • 0
  • comentários

Xê, resfriado! Nutricionista indica alimentos que ajudam a aumentar a imunidade das crianças

Guia da Cozinha - Como fortalecer a imunidade das crianças com a alimentação
Guia da Cozinha - Como fortalecer a imunidade das crianças com a alimentação
Foto: Guia da Cozinha

Estamos oficialmente no Outono, a estação do clima seco e início das temperaturas mais baixas. É nessa época que alguns vírus, como o da gripe, atacam, deixando os postos de saúde e hospitais mais lotados. E, por causa do frio, é comum as pessoas ficarem em lugares fechados, facilitando o contágio. A melhor maneira de conter isso é fortalecendo o sistema imunológico.

Isso se faz mais necessário nos dias de hoje devido ao avanço da Covid-19 no Brasil e no mundo. Pequenas atitudes como evitar ambientes hospitalares e saber diferenciar uma gripe e resfriado comum com os sintomas do novo coronavírus é essencial nesse momento.

Se você é mãe ou pai e está preocupado com a saúde dos seus filhos, fique tranquilo que a nutricionista Andressa Perez separou dicas de como aumentar a imunidade das crianças nessa época do ano e selecionou alguns alimentos para deixá-los mais saudáveis e fortes.

Como aumentar a imunidade pela alimentação

Perez explica que uma alimentação saudável, rica em frutas e legumes, somada a alimentos básicos como o arroz e o feijão já garantem uma boa imunidade, porém nesse período alguns alimentos podem potencializar essa função e auxiliar ainda mais a defesa e na recuperação dos pequenos.

A nutricionista alerta que "não é o consumo de um único alimento ou em grandes quantidades dele que aumentará as células de defesa do organismo, e sim a prática diária de uma alimentação natural e variada".

Antes do primeiro passo

Começando do começo! A fase da amamentação é de extrema importância para o desenvolvimento do sistema imunológico do bebê, isso porque o é "por meio do leite materno que a criança recebe todos os anticorpos da mãe adquiridos ao longo da vida, além de influenciar na composição da microbiota intestinal do bebê", explica a nutricionista.

Sua fonte de vitamina C

Se a dieta da criança já permite incluir outros alimentos além do leite, vale apostar nas frutas, principalmente nas cítricas. "Elas são ricas em vitamina C e possuem ação antioxidante, protegendo a célula sadia contra radicais livres", esclarece Perez. Segundo a nutricionista, frutas como laranja, kiwi, morango, acerola e limão são fontes dessa vitamina e devem ser consumidas no mínimo 1 vez ao dia.

Para variar no cardápio e não deixá-las somente in natura, você pode preparar saladas de frutas ou adicioná-las em iogurtes e vitaminas.

Aposte no verde

"As folhas verdes escuras, como o brócolis, rúcula e a couve, ajudam na formação e fortalecimento dos glóbulos brancos devido ao ácido fólico e a vitamina B9, por isso devem ser consumidas com maior frequência", afirma a nutricionista.

Nos dias mais frios do Outono, se você quiser fugir das saladas, que tal adicionar esses alimento em sopas e cremes?

O melhor amigo das crianças

Qual criança não gosta de um delicioso iogurte de lanche da tarde, não é mesmo? De acordo com a nutricionista Perez, "o consumo regular de iogurte ajuda a recompor as bactérias benéficas da flora intestinal, chamados probióticos e contribuem para aumentar a imunidade das crianças".

Mas calma lá, porque não são aqueles iogurtes cheios de açúcares e conservantes. A ideia aqui é optar pelos naturais e integrais. E por esses sabores não serem tão docinhos, a profissional indica bater o iogurte com frutas caso a criança não aceite tão bem.

Os essenciais das refeições

"Castanhas e leguminosas, como os feijões, grão de bico, lentilha e ervilha possuem bastante selênio, zinco, vitamina E e ácidos graxos que fortalecem o sistema imunológico", explica a profissional.

O legal é que esses alimentos são versáteis e dá para testar de diversas maneiras, até achar uma receita que a criança goste. Lentilha e feijão são perfeitos para caldos e sopas, já o grão de bico pode virar um delicioso hambúrguer vegetariano. Basta deixar a criatividade fluir (ou conferir nossas receitas).

Uma boa alternativa

Além de serem ótimos para uma dieta que vai menos carne, os cogumelos comestíveis como shimeji, shiitake e o champignon também ajudam a potencializar o sistema imunológico.

"Por serem ricos em proteína, zinco e vitamina B12, os cogumelos possuem ação microbiana e combatem diversas doenças crônicas como diabetes e colesterol", complementa a profissional.

Potentes para o sistema imunológico

A nutricionista explica que raízes como inhame e gengibre podem ser incluídos em sucos ou saladas , porque além de terem ações anti-inflamatórias, elas possuem propriedades analgésicas e digestivas. "O famoso 'danoninho de inhame' é uma excelente preparação para o cardápio nesse período", lembra.

Reforço

Sim, você pode turbinar a alimentação do seus pequenos com temperos naturais como o alho, cebola e açafrão. De acordo com Perez, além de antioxidantes, esses alimentos são anti-inflamatórios naturais e podem ser reforçados nessa época do ano.

LEIA TAMBÉM

  • 11 pratos para o Outono com os alimentos da estação
  • 5 Sobremesas com as Frutas do Outono para Economizar
  • Receitas com alimentos integrais para uma dieta saudável

Veja também:

Guia da Cozinha
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade