3 eventos ao vivo

Miley Cyrus anuncia novo álbum e revela que perdeu as gravações em incêndio

'Perdi minha casa em um incêndio, mas me encontrei naquelas cinzas', disse a cantora sobre o álbum Plastic Heart

23 out 2020
13h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Miley Cyrus anunciou seu novo álbum na madrugada desta sexta-feira, 23. Em suas redes sociais, a cantora divulgou a capa de Plastic Heart, que será lançado em 27 de novembro.

No Instagram, ela revelou, através de uma carta, que já tinha gravado boa parte do álbum em novembro de 2018. No entanto, todo trabalho foi destruído em um incêndio que danificou sua casa, em Malibu, nos Estados Unidos, na época.

"Se você está lendo isso, sabe o quanto eu amo e agradeço a você. Eu comecei este álbum dois anos atrás. Porém, eu acabei perdendo tudo. Não apenas o disco, nem suas canções e sons, mas toda a minha vida", começou Miley.

Apesar do acidente, a cantora afirma que atualmente vê um incêndio como um "favor". "Logo quando eu pensei que o corpo do trabalho estava finalizado, tudo foi apagado. Incluindo a mais parte das relevâncias musicais que, afinal, tudo tinha mudado. Natureza fez o que eu vejo agora como um favor e destruiu o que eu não fui capaz de deixar pra trás. Eu perdi minha casa em um incêndio, mas me encontrei naquelas cinzas", explicou.

Felizmente, alguns colaboradores da cantora tinham a maior parte das músicas que foram queimadas em seus computadores. "Com triunfo e gratidão, eu apresento a vocês meu sétimo álbum de estúdio, Plastic Hearts, que será lançado no dia 27 de novembro de 2020. Bom, pelo menos, este é 'o plano'. Mas falando sério, ele será realmente lançado. Acho que vocês vão amar", finalizou ela.

Miley teve sua mansão na Califórnia destruída por um incêndio florestal há dois anos, quando estava gravando a série Black Mirror na África do Sul. Seu então noivo, o ator Liam Hemsworth, conseguiu salvar os animais de estimação deles na época.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Veja também:

Tender recheado de Natal
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade