1 evento ao vivo

ANDA move ação cautelar para pedir que governo federal acabe com queimadas no Pantanal

Agência de Notícias de Direitos Animais afirma que aeronaves das FAB são necessárias devido a estágio dos incêndios

21 set 2020
12h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A ANDA, Agência de Notícias de Direitos Animais, moveu uma ação cautelar na 8ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária de Mato Grosso pedindo que o governo federal acabe com as queimadas no Pantanal.

O documento sugere que aviões da FAB, Força Aérea Brasileira, sejam usados para combater os incêndios na região.

O texto da ação, assinado pelas advogadas da ANDA, Evelyne Paludo e Letícia Filpi, ressalta que "A utilização da aviação através da Força Aérea Brasileira é o único meio efetivamente capaz de evitar o ponto de irreversibilidade da tragédia ambiental que estamos vivendo".

O documento alerta, ainda, que as queimadas estão matando milhares de animais e a vegetação: "O meio-ambiente - fauna e flora - estão sendo dizimados em razão da omissão da União em promover ações efetivas no combate aos incêndios, deixando de cumprir a responsabilidade prevista constitucionalmente".

As queimadas atingem o Pantanal desde julho. Em meio à polêmicas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que o Brasil "está de parabéns" na questão ambiental. Nesta segunda-feira, 21, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, minimizou a alta nos números de desmatamento e queimadas.

Na semana passada, o cantor Luan Santana disse que quer fazer uma live direto do Pantanal para chamar atenção para o problema. Diversas personalidades já se manifestaram sobre o descaso ambiental das autoridades.

A ação movida pela ANDA ressalta, ainda, o decreto assinado pelo governador do Mato Grosso que estabeleceu estado de emergência "em razão do descontrole absoluto dos incêndios que avançam destruindo a vegetação e aniquilando animais silvestres".

A reportagem do Estadão esteve no Pantanal e registrou o avanço das queimadas e das mortes dos animais na região.

Assista ao vídeo:

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade