PUBLICIDADE

Melhores Meios de Pagamento para Decorar sua Casa

12 ago 2021 09h16
ver comentários
Publicidade

A nossa casa deve ser um lugar em que nos sentimos bem, confortáveis e que tenha a nossa cara. Com o crescimento do home office, a urgência de transformar o nosso lar em um lugar ainda mais aconchegante cresceu.

A partir disso, muitas pessoas começaram a pesquisar sobre obras, decoração, plantas. Diante disso, perceberam os altos custos envolvidos nesses processos e a dificuldade de deixar de fato a casa como se quer.

Entendendo esta realidade, fizemos este texto para ajudar você a criar um planejamento financeiro para decorar a sua casa. Vamos te ajudar a organizar as suas economias, e também mostrar quais são as melhores formas de pagamento para o seu projeto de decoração.

1. Móveis de madeira para decoração de sala com parede azul – Foto: Pixabay
1. Móveis de madeira para decoração de sala com parede azul – Foto: Pixabay
Foto: Viva Decora

Como organizar as finanças para decoração de ambientes

Primeiramente, vamos mostrar como organizar as finanças para decoração de ambientes. Você pode criar alguns hábitos que irão te ajudar nesse processo.

Um dos fatores mais importantes para conseguir decorar a sua casa é ter planejamento financeiro. Isso envolve não se fazer dívidas nem ter dificuldade de pagar as suas contas mensais essenciais, como aluguel e mercado.

Assim, com as suas contas em dia, você já pode fazer planos e seguir alguns passos que irão te ajudar a decorar a sua casa.

2. Como organizar as finanças para decoração da casa – Foto: Unsplash
2. Como organizar as finanças para decoração da casa – Foto: Unsplash
Foto: Viva Decora

Defina um orçamento de acordo com o ambiente

Para conseguir reformar ou decorar o seu lar, você deve definir um orçamento de acordo com o ambiente.

Considere o tamanho do cômodo, a importância dele na sua casa, o tipo de decoração que você quer incluir.

Se você quiser decorar a sua sala de estar, por exemplo, pode investir uma quantia maior do que em ambientes menores e menos importantes como o closet e a adega. Claro que isso varia de acordo com o ambiente que você mais utiliza na sua casa, mas pense nesses fatores para não gastar muito dinheiro em um ambiente que você não aproveitará tanto.

Elabore o projeto a ser realizado

Nesse contexto, elabore o projeto a ser realizado. Depois que você definir o seu orçamento de acordo com a sua situação financeira e com o ambiente que você quer decorar, saberá a quantia aproximada que você tem para investir.

A partir disso, você consegue elaborar o seu projeto. Ou seja, não saia comprando móveis e objetos sem um planejamento prévio. Porque isso pode fazer você ter excesso de gastos ou até fazer compras desnecessárias. 

Então, com o projeto desenhado, fica muito mais fácil de você conseguir ter uma ideia real de quanto vai custar cada utensílio. Assim, comparando com o orçamento que você separou, consegue escolher entre um produto e outro ou até optar por fazer compras extras.

Liste todos os custos envolvidos

Depois de definir o seu orçamento e elaborar o projeto a ser realizado, você deve listar todos os custos envolvidos.

Porque os gastos não estão relacionados apenas aos custos dos objetos que você vai comprar. Você também deve considerar o preço do frete, da montagem, do arquiteto. Claro que algumas dessas despesas podem ser eliminadas quando você mesmo cria o projeto ou faz a montagem dos móveis, por exemplo.

De qualquer forma, é essencial que você liste os gastos que imagina que terá no processo para ter uma ideia mais acertada dos custos gerais envolvidos.

3. Organizando as finanças para decoração da casa – Foto: Unsplash
3. Organizando as finanças para decoração da casa – Foto: Unsplash
Foto: Viva Decora

Melhores formas de pagar pelo projeto de decoração

Agora que você já tem uma boa noção de quanto vai gastar com a decoração da sua casa, deve decidir qual será a forma de pagamento.

A melhor opção vai depender da sua condição financeira e de como estão as suas economias no momento.

À vista

Pagar à vista costuma ser a melhor opção por diversos fatores. Primeiramente, é comum receber um bom desconto quando você faz um pagamento à vista, chegando a 15%.

Além disso, quando você quita o valor completo, não precisa se preocupar com aquele custo nos próximos meses e não tem risco de ficar com dívidas e inadimplente.

Porém, muitas vezes não temos o valor completo da decoração para realizar esse pagamento à vista. Por isso, optamos por outras alternativas para conseguir realizar o sonho de deixar a casa do nosso jeitinho.

Cartão de crédito

Nesse contexto, usar o cartão de crédito é uma ótima alternativa, porque ele permite que você faça compras parceladas e consiga pagar a sua decoração mais facilmente.

Porém, é preciso ter muito cuidado com o cartão de crédito. Quando você não consegue quitar as faturas, precisa pagar juros rotativos, que são uns dos mais altos do mercado.

Ou seja, use o cartão de crédito com sabedoria e tenha muito cuidado para não se endividar.

4. Decoração de casa com orçamento organizado – Foto: Unsplash
4. Decoração de casa com orçamento organizado – Foto: Unsplash
Foto: Viva Decora

Empréstimo

Outra alternativa é pedir um empréstimo na sua instituição financeira para pagar a decoração da sua casa. Isso pode ser útil quando você não tem cartão de crédito ou quando o limite dele é baixo, por exemplo.

Há algumas opções interessantes, como o empréstimo com garantia de imóvel ou garantia de veículo, que têm taxas de juros mais baixas.

Porém, considerar pedir um empréstimo deve ser o seu último recurso. Porque, primeiramente, você pagará um valor superior ao estimado e, além disso, pode correr o risco de não conseguir pagar as parcelas e ficar endividado.

Qual opção vale mais a pena?

A melhor alternativa é pagar à vista. Porém, quando essa não é uma opção para você, opte por usar o cartão de crédito para fazer as compras de forma parcelada.

Por fim, você pode considerar solicitar um empréstimo online. Mas só faça isso se tiver a certeza de que conseguirá pagar as parcelas e caso encontre uma opção com taxas de juros baixas.

Considerações finais

Decorar a nossa casa para deixá-la do nosso jeitinho é o sonho de muitos brasileiros. E você pode realizá-lo com planejamento financeiro para conseguir pagar a decoração sem entrar em dívidas e correr o risco de ficar negativado.

Assim, organize as suas finanças usando as dicas que demos e decore a sua casa para ela ficar ainda mais aconchegante.

Fonte: Viva Decora
Publicidade
Publicidade