2 eventos ao vivo

Aparelho italiano promete detonar celulite severa; confira

2 jul 2014
13h00
atualizado em 3/7/2014 às 11h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Provocada por fatores que envolvem desde a má alimentação até os desiquilíbrios hormonais, a celulite atinge mulheres de todas as idades e biotipos. Apesar de não existir um método que acabe definitivamente com ela, uma revolucionária tecnologia italiana promete combater até os furinhos do tipo mais severo de forma rápida e completamente indolor.

Presentes na pele de mulheres de todas as idades e biótipos, as celulites podem ser combatidas agora por uma revolucionária tecnologia italiana, que promete detoná-las de forma rápida e completamente indolor
Presentes na pele de mulheres de todas as idades e biótipos, as celulites podem ser combatidas agora por uma revolucionária tecnologia italiana, que promete detoná-las de forma rápida e completamente indolor
Foto: Shutterstock

Chamado de Med Contour, o aparelho associa dois transdutores de ultrassom de alta e baixa potência, que agem simultaneamente na área tratada, com uma ponteira que promove a sucção na pele. “A partir dessa combinação de tecnologias, os fibroblastos (células mais comuns do tecido conjuntivo, presentes na segunda camada da pele) são estimulados a produzirem um colágeno novo, que irá ajudar a atenuar as fibroses e as ondulações”, explica Paulo Günther, gerente de compras da importadora Euro Médica (uma das responsáveis pelo equipamento no Brasil), de São Paulo.

Desenvolvida com recursos exclusivos para tratar diversos graus de celulites - fibrosa (tipo mais severo que resulta em furinhos intensos e extremamente dolorosos), edematosa (causada pela retenção de líquido, é caracterizada pelo peso e o inchaço da área afetada) e dermatofibrosa (conhecida pelo endurecimento e a perda de elasticidade da pele)  -, a novidade ainda permite que a profundidade e a intensidade com as quais o ultrassom agirá sob a pele seja definida pelo médico especialista, de acordo com o perfil da paciente. Além disso, ela é única técnica que estimula a circulação linfática, favorecendo o metabolismo e a eliminação dos resíduos de gordura.

Multifuncional, o ultrassom também possibilita a destruição dos adipócitos (células de gordura) sem oferecer nenhum risco aos vasos sanguíneos, nervos e demais tecidos do corpo. “A ponteira possui um design anatômico preparado para levantar o tecido adiposo através da tecnologia a vácuo para que ela concentre a sua ação somente no local afetado”, ressalta Jardis Volpe, dermatologista da Clínica Volpe, de São Paulo.

Recomendações
Indicado para as regiões dos glúteos, coxas, culotes e panturrilhas, o tratamento também pode ser direcionado para combater os pneuzinhos do abdômen, flancos, costas e braços. Por não ser invasivo, provoca apenas um leve calor durante a aplicação do aparelho e permite à paciente retornar ao trabalho logo após a sua realização.

Para resultados mais duradouros e satisfatórios, recomendam-se de quatro a oito sessões, com intervalos semanais ou quinzenais, dependendo do caso. Os resultados são visíveis já na primeira semana, melhorando gradativamente no decorrer do tempo. Apesar disso, para que eles sejam mantidos, o ideal é fazer uma ou duas sessões a cada dois meses.

“Mesmo não sendo um tratamento complicado, o Med Contour é contraindicado para gestantes, lactantes, pessoas com diagnóstico de câncer, problemas hepáticos ou próteses metálicas na região a ser tratada devido às tecnologias empregadas”, ressalta Jardis.

FICHA TÉCNICA
Nome do tratamento: Med Contour.   
Indicação: é ideal para reduzir as celulites de todos , na região dos glúteos, coxas, culotes e pantirrulhas.  
Benefícios: atenua até a celulite de grau mais severo, além de combater a gordura localizada, melhorar a definição do contorno corporal e ativar a circulação sanguínea e linfática. 
Quantidade de sessões: de quatro a oito sessões, realizadas com intervalos semanais ou quinzenais, dependendo do caso.
Valor médio: a partir de R$ 500, a sessão. 

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade