PUBLICIDADE

Pele do bebê precisa ser hidratada uma vez por dia; entenda

5 nov 2013 07h06
ver comentários
Publicidade

Dizer que a pele precisa ser hidratada ao longo do tempo para manter-se macia e saudável já não é mais novidade para ninguém. O que pouca gente sabe, no entanto, é que esse tipo de cuidado deve ser realizado desde os primeiros anos de vida. Por isso, até mesmo os bebês precisam passar pelo ritual de hidratação, já que possuem uma pele mais fina e perdem água três vezes mais rápido do que uma pessoa na idade adulta.

“Aplicar cremes hidratantes nas crianças desde os seus primeiros meses de idade traz muito benefícios, além de ser uma forma de garantir que a pele delas continue protegida ao longo do seu crescimento”, recomenda Camila Hofbauer, dermatologista da Clínica Camila Anna Hofbauer, de São Paulo. Desvende, abaixo, seis mitos e verdades sobre a hidratação cutânea dos pequenos.

A pele do bebê precisa ser hidratada
Verdade.
Assim como todo tipo de pele, a dos bebês também sofre com a ação de fatores que estimulam o ressecamento cutâneo, como o sabonete e a água quente. Por isso, precisa ser hidratada uma vez por dia. 

O bebê pode usar o mesmo hidratante da mãe
Mito.
Os produtos direcionados ao público adulto contêm perfumes e diversos aditivos que podem causar irritação na pele da criança. Além disso, a concentração de ativos como a ureia, por exemplo, pode causar ardência.

Os hidratantes devem ser específicos para a idade
Verdade.
Cosméticos específicos para os bebês já são hipoalergênicos e contêm menos corantes e perfume. Desta forma, evitam o surgimento de alergias e irritações.

O cosmético pode ser aplicado em qualquer parte do corpo
Verdade.
Nos primeiros anos de vida, o produto pode ser passado em todo o corpo e até mesmo no rosto. Porém, em crianças com mais de cinco de anos é interessante aplicar cosméticos diferentes, uma vez que a pele já pode apresentar oleosidade. Para não errar, é indicado consultar um dermatologista.

O momento ideal para a hidratação é após o banho
Verdade.
Até cinco minutos depois de sair da água, a camada mais externa da pele ainda fica umedecida, o que ajuda a selar a hidratação promovida pelo produto e a permitir que os ativos penetrem com mais facilidade e formem uma barreira capaz de impedir a perda da camada natural de gordura.

Hidratantes só são permitidos após um ano de idade
Mito.
Não existe uma idade mínima para aplicar o produto nas crianças. No entanto, é interessante que a hidratação seja feita desde o início, pois quanto mais cedo a pele for nutrida, mais ela  estará protegida. Já o protetor solar, só deve ser aplicado após os seis meses de idade.

PURA VERDADE
Por mais que a pele da criança apresente maciez e tenha uma hidratação natural nos primeiros anos de vida, ela sofre diariamente com a ação de fatores externos que a agridem e retiram sua camada de proteção, como o sabonete e a água quente. Por isso, aplicar cosméticos que ajudam a reconstruir essa barreira é importante desde o início. Nesta fase, também é válido utilizar produtos que sejam direcionados especificamente ao público infantil, pois suas fórmulas oferecem menos riscos de alergia e irritações. E você, como cuida da pele do seu bebê? Compartilhe conosco nos comentários.

Fonte: Agência Hélice
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade