1 evento ao vivo

Óleo vegetal hidrata o rosto sem estimular a oleosidade

4 mar 2014
07h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mais prático de ser aplicado sobre a pele do rosto, quando comparado ao creme, o óleo vegetal tem função altamente hidratante na pele, pois penetra profundamente e reforça a camada natural de gordura que protege a cútis contra a perda de água, mantendo-a com aspecto suave e macio.

No mundo das celebridades, já existem adeptas desse tipo de cosmético. Capaz de 
repor a hidratação e ainda garantir um aroma suave, o óleo de coco é item certo no nécessaire de Thalía. Mesmo novinha, a modelo Candice Swanepoel já conhece os benefícios do cosmético, por isso sempre tem por perto um óleo de melaleuca e outro de coco. Aprenda, abaixo, mais sobre o uso dos óleos vegetais no tratamento facial.

Óleo hidratante estimula a oleosidade
Mito
. Quando aplicado na face, o óleo vegetal não provoca a oleosidade, pois sua fórmula exerce função adstringente, controlando o aspecto sujo e brilhante. Porém essa linha de cosmético deve ser aplicada apenas durante o banho e enxaguada logo em seguida, pois se não for removida adequadamente pode levar ao entupimento dos poros e à formação de espinhas.

Todos os óleos faciais são iguais
Mito
. “É preciso diferenciar os produtos na hora da compra: o tipo vegetal é o recomendado, pois penetra e promove hidratação profunda na pele, enquanto a versão mineral, além de não hidratar ainda obstrui os poros”, explica Carolina Fuoco, fisioterapeuta e gerente operacional do Yelo Spa, de São Paulo.

Creme hidratante e óleo apresentam resultados equivalentes
Verdade
. Graças às propriedades emolientes, os óleos obtidos a partir de sementes de plantas como macadâmia e amêndoas conseguem resultado semelhante de hidratação quando comparados aos cremes. “A única diferença é que as soluções cremosas são absorvidas mais rapidamente”, diz Carolina.

Existem horários específicos para a aplicação do óleo na pele
Verdade
. A aplicação é mais indicada à noite para evitar que o produto se misture com o excesso de suor e a oleosidade natural produzidos durante o dia. Para fazer uso do óleo facial é simples, basta pingar duas gotas sobre o rosto e massageá-lo com movimentos circulares e contínuos, no banho. Para potencializar o resultado, é possível alternar com outros produtos, mas livres de óleo.

Óleos vegetais vão além da hidratação
Verdade
. Alguns relaxam e até combatem o envelhecimento da pele, principalmente quando são customizados, feitos em farmácia de manipulação. A composição com semente de uva tem poder cicatrizante, enquanto o de abacate é antibacteriano. Já o óleo de coco combate o envelhecimento precoce e o de menta acalma a cútis.

PURA VERDADE. Ao contrário do que muita gente imagina, os óleos vegetais não provocam a oleosidade cutânea, porém, para isso, é preciso ter rigor na aplicação. Eles devem ser usados durante o banho e enxaguados logo em seguida, preferencialmente no período noturno para evitar que suor e a oleosidade natural produzidos durante o dia se misturem com o produto. Deixe registrado nos comentários suas experiências com o uso de óleos vegetais.

Veja também:

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade