PUBLICIDADE

Manchas de nascença podem ser clareadas; saiba como

24 set 2013 07h14
| atualizado às 07h14
ver comentários
Publicidade

Algumas pessoas apresentam manchas após o nascimento devido a um distúrbio genético que concentra menos ou mais células de pigmentação em determinada área do corpo. Sem oferecer perigo à saúde, a marca de nascença pode desaparecer ao longo dos anos, mas quando isso não ocorre naturalmente, sessões de laser e cremes clareadores são capazes de diminuir a diferença no tom da pele.

As soluções atingem diferentes tipos de marquinhas. “Manchas escuras e pintas podem ser tratadas independentemente do tamanho e da localização”, explica Luci Mari Ito, dermatologista e diretora da Clínica Dermafoco, de São Paulo. Para realizar o tratamento da maneira correta, conheça seis mitos e verdades sobre o clareamento.

Manchas de nascença podem ser clareadas.
Verdade.
Elas podem ser clareadas com algumas sessões de laser, porém se o tratamento não for conduzido adequadamente há o risco de reaparecerem.

O laser é a melhor opção para clarear as marcas.
Verdade.
Isso porque as ondas do laser, gradativamente, destroem os pigmentos escuros presentes na região das manchas de nascença.

Nem todas as manchas podem ser clareadas.
Verdade.
As manchas tratáveis com lasers podem ser clareadas independentemente do tamanho e da localização no corpo, mas o fator limitante ao procedimento é a profundidade da lesão na pele. Assim, quanto mais profunda a marca, mais difícil será tratá-la. Uma avaliação profissional individualizada é capaz de identificar se o resultado final será ou não satisfatório, antes de liberar a realização da técnica.

Cremes clareadores também são eficazes.
Verdade.
Por ser um tratamento menos agressivo à pele, o uso contínuo de cremes clareadores minimiza a diferença de tons, porém não consegue remover as manchas de nascença definitivamente.

Soluções feitas em casa resolvem o problema.
Mito.
Não existem soluções caseiras para o tratamento de manchas de nascença. O único cuidado que não necessita de indicação médica é evitar a exposição solar para não agravar o incômodo.

Após o tratamento, o tom da pele fica uniforme.
Mito.
As manchas são clareadas, mas não adquirem a mesma tonalidade do restante da pele. Além disso, é preciso tomar cuidados, pois podem escurecer a partir da exposição contínua ao sol. Por isso, após o clareamento é essencial o uso de protetor solar para mantê-las claras e menos contrastantes.

PURA VERDADE
As manchas de nascença podem ser clareadas, mas nenhum tratamento consegue removê-las por completo ou deixá-las com o tom uniforme em relação ao restante da pele. Contudo, o laser é o procedimento mais eficiente, pois destrói o pigmento presente na área da mancha escura. Além disso, o uso contínuo de cremes clareadores ajuda a solucionar o problema. Como você cuida da sua mancha de nascença? Compartilhe com a gente nos comentários.

Fonte: Agência Hélice
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade