7 eventos ao vivo

Pele sensível: veja 10 mandamentos para uma depilação segura

4 jul 2014
11h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Indispensável no ritual de beleza de toda mulher, mas bastante agressiva à pele, a depilação exige atenção e cuidados especiais para evitar problemas comuns, como ardência, coceira e vermelhidão, principalmente em cútis sensíveis. Isso porque os incômodos decorrentes da remoção dos pelos tendem a ser mais intensos e durarem por muito mais tempo neste tipo de pele. Por isso, confira, a seguir, dez mandamentos que são fundamentais para amenizar as reações e tornar o processo depilatório da sua preferência mais eficaz e seguro. 

Vermelhidão e ardência são alguns dos sintomas que a cútis sensível apresenta após a depilação. Para cuidar desses problemas, dez mandamentos garantem a segurança na hora de retirar os pelos e a pele longe da irritação
Vermelhidão e ardência são alguns dos sintomas que a cútis sensível apresenta após a depilação. Para cuidar desses problemas, dez mandamentos garantem a segurança na hora de retirar os pelos e a pele longe da irritação
Foto: Shutterstock

Conheça o seu tipo de pele e pelo
A primeira coisa que deve ser levada em conta antes do ritual é a definição do seu tipo de pele e de pelo, pois só desta forma o método e os cuidados posteriores que deverão ser tomados poderão ser definidos com mais segurança. “A depilação a laser, por exemplo, não remove os pelos finos, claros ou brancos”, informa Ana Flávia Lemos, dermatologista da Clínica TheSkin, do Grupo Paula Bellotti, do Rio de Janeiro. Outra preocupação é com tratamentos. “Pacientes que usam cremes com ácidos ou fazem peeling devem evitar a depilação com cera no local”, alerta.

Cuidado com foliculites
As indesejáveis inflamações nos folículos capilares podem aparecer em qualquer parte do corpo e atrapalhar a depilação. “Por isso, antes de iniciar a retirada dos pelos, é importante certificar-se de que a pele não está irritada, pois o quadro pode se agravar”, recomenda a especialista.  

Escolha o método mais adequado
Segundo os especialistas no assunto, a depilação a laser é o melhor método para as peles sensíveis. “Se feita por um profissional habilitado, ela é a mais eficaz e segura porque não oferece o risco de alergia e a ainda é definitiva”, ressalta. 

Limpe a pele antes
Higienizar bem o local que vai passar pelo processo de retirada dos pelos é importante para evitar infecções. “A prática pode ser feita com loção de limpeza ou sabonetes antissépticos.”

Não se depile com cera reutilizada
Mesmo depois de filtrada e fervida, a cera que já foi utilizada em outra ocasião não é segura para a depilação. “Há risco de contaminação por bactérias, fungos e vírus, que causam infeções”, alerta a médica. 

Use cremes anti-inflamatórios
Depois de retirar os pelinhos, a pele sensível deve ser tratada com produtos que contenham ativos calmantes, como aloe vera. “O uso de cremes anti-inflamatórios também ajuda a reduzir as irritações”, indica. 

Não use óleo
Depois de concluído o processo depilatório, principalmente com cera quente, os poros ficam abertos e mais suscetíveis a inflamações. Por essa razão, é importante evitar o uso de cremes hidratantes muito potentes e de produtos muito oleosos, que também podem provocar foliculite.

Evite se expor ao sol
Logo após a depilação, a pele fica mais sensível e, por isso, se for exposta ao sol, pode apresentar manchas.  

Passe protetor solar
Para garantir que os raios solares não provoquem efeitos adversos, sobretudo em regiões nas quais a exposição ao sol é inevitável, como o rosto, a aplicação do filtro solar diariamente é fundamental. O produto deve ser passado na pele logo pela manhã e reaplicado ao longo do dia. 

Não vista roupas apertadas
Evitar o uso de roupas apertadas nas áreas inflamadas também é outro cuidado importante. Isso porque elas contribuem para o encravamento de pelos, principalmente em áreas de dobras, como virilhas e axilas.

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade