PUBLICIDADE

Creme de barbear e condicionador ajudam no deslizar da lâmina na depilação

29 mai 2012 07h01
| atualizado em 6/6/2012 às 12h14
ver comentários
Publicidade

Prática e indolor, a depilação com lâmina é vista com bons olhos por Carla Albuquerque, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Isso porque a especialista defende que, apesar de o efeito liso conquistado com a lâmina não durar mais do que dois dias, a técnica, se aplicada junto ao creme ou espuma de barbear, por exemplo, é a mais indicada para a manutenção da saúde da epiderme. 

Prática e indolor, a depilação com lâmina é, segundo especialistas, o método mais indicado para a manutenção da saúde da epiderme
Prática e indolor, a depilação com lâmina é, segundo especialistas, o método mais indicado para a manutenção da saúde da epiderme
Foto: Shutterstock / Terra

“Procedimentos que cortam o pelo, como a lâmina, são indicados principalmente para quem sofre com a foliculite. Mas é importante tomar cuidado para que o uso da lâmina não provoque a irritação da cútis. Por isso, uma boa dica é escolher bem o aparelho. Muita gente não sabe, mas neste caso, o produto não deve ter mais do que uma folha cortante. “Quando utilizamos aparelhos com três ou quatro lâminas, o pelo da região acaba nascendo muito rente à cútis, o que  pode favorecer o aparecimento das bactérias causadoras da foliculite”, informa Carla. 

Aposte no creme de barbear, no condicionador e no gel
Cremes de barbear, condicionador de cabelo e géis depilatórios são indicados como os melhores coadjuvantes para este tipo de depilação, pois auxiliam no deslize da lâmina e protegem a epiderme.

Além de fazer a lâmina deslizar mais suavemente sobre a pele, o creme de barbear mantém a proteção natural da cútis, diminuindo a propensão ao aparecimento de problemas como reações alérgicas. “O creme utilizado pelos homens na hora de fazer a barba é o que menos agride à epiderme feminina”, diz Fernando Passos de Freitas, dermatologista. Contudo, as fórmulas do produto com álcool podem causar reações adversas, como bolhas, vermelhidão e até coceira. Por isso, é melhor optar pelas versões sem a substância. 

Curiosamente, o condicionador de cabelo também é considerado por especialistas ideal para a depilação com lâmina porque hidrata a pele e faz com que o aparelho deslize facilmente, evitando cortes e irritações.

Criados recentemente para atender ao público feminino, os géis depilatórios também são boas opções. Enriquecidos com propriedades hidratantes, eles agem nas camadas mais profundas da pele e ainda facilitam o deslize da lâmina durante a depilação. 

Deixe de lado sabonete, óleo e hidratante
Apesar de, num primeiro momento, o sabonete facilitar o deslize da lâmina e perfumar o corpo, por causa de sua rápida absorção, ele também resseca, deixando a pele com aspecto opaco e sem viço. “O sabonete ainda tira toda a proteção natural da cútis, portanto, nunca deve ser utilizado para depilar”, afirma Carla.

Os óleo de banho e hidratantes também não devem ser utilizados durante a depilação, pois não penetram na pele, formando apenas uma espécie de filme protetor que, durante o uso da lâmina, é removido.  

Pós-depilação
Cremes hidratantes costumam aliviar os sintomas pós-depilação, mas os óleos são ainda mais eficazes nesses casos. Depois de depilada, vale usar óleos corporais à base de semente de uva, amêndoas e até os indicados para a pele de bebê.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade