1 evento ao vivo

Banho-de-lua pede cuidados especiais para não queimar a pele

6 mar 2014
07h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Alternativa para quem deseja fugir da depilação, o clareamento dos pelos requer alguns cuidados para não comprometer a saúde da pele. Da escolha do produto até a pós-aplicação do banho-de-lua, todas as etapas fazem diferença no resultado final, pois quando realizado sem atenção, o método pode causar alergia e queimadura.

Primeiro passo para deixar os pelinhos dourados e levemente camuflados como os de Adriane Galisteu, Viviane Araújo e Mirella Santos, famosas adeptas à técnica, é observar se no rótulo do descolorante consta o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Depois, em casa, faça um teste alérgico no antebraço para verificar se a cútis terá alguma reação negativa. Se não for percebida alteração, o procedimento pode ser iniciado, levando em consideração as dicas a seguir.

Antes
O ideal é fazer a descoloração 12 horas após a última ducha. “Quando tomamos banho, usamos sabonete e retiramos a oleosidade natural da pele, que de certa forma a protege do produto com alta alcalinidade e oxidante, responsáveis na maioria das vezes pela irritação”, explica Isabel Martinez, dermatologista de São Paulo. Também é indicado fazer uma esfoliação prévia e passar vaselina sobre a cútis para evitar reação adversa.

Durante
Liberado para aplicação em qualquer área do corpo, o conjunto de cosméticos do banho-de-lua deve ser misturado em uma vasilha plástica, seguindo à risca o modo de preparo indicado na embalagem. Do mesmo modo, deve-se respeitar o tempo de ação informado pelo fabricante, pois isso varia de acordo com a fórmula.

Depois
Para finalizar a descoloração sem prejudicar a pele, é recomendado enxaguá-la bem com xampu. “Alergia e queimadura podem acontecer se o produto não for retirado corretamente”, diz Maria Paula Del Nero, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Logo após, aplique creme hidratante e protetor solar para que o sol não altere a tonalidade.

Periodicidade
Em média, a aplicação do banho-de-lua deve ocorrer com intervalo de seis a oito semanas, para evitar sobreposição. “Cabelos já descoloridos reagem em tempo distinto na raiz, comparados aos que não estão descoloridos, e isto pode levar a uma cor diferente”, comenta Isabel.

Contraindicação
Quem tem a pele sensível deve evitar o método, assim como pessoas que apresentem alguma lesão no local da aplicação. Grávidas e pacientes com alergias na região que deseja descolorir os pelos devem procurar o dermatologista antes.

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade