PUBLICIDADE

Planta medicinal combate celulite e reduz medidas em três meses

11 jun 2013 07h18
| atualizado às 07h18
ver comentários
Publicidade

Nativa da Índia, a centella asiática é uma planta que está ganhando cada vez mais espaço no mercado estético. Isso porque seu uso medicinal, que faz parte da tradição hindu há mais de mil anos, promete melhorar a circulação sanguínea, eliminar células gordurosas, diminuir a retenção de líquido e, assim, acabar de vez com a celulite.

Rica em minerais como zinco e selênio, aminoácidos, flavonóides e vitaminas A e C, a herbácea da família Apiaceae age diretamente no tecido congestionado, subnutrido e sem elasticidade para reestabelecer a produção de colágeno, proteína fundamental para afastar a textura de casca de laranja do tecido cutâneo. 

“As propriedades dessa planta aumentam o suporte de sangue nas áreas afetadas e estimulam a eliminação de radicais livres” afirma Carolina Assed, dermatologista e pesquisadora da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Porém, para a melhora da celulite, o tratamento deve ser multidisciplinar. “É preciso aliar uma dieta com atividades físicas regulares, para que os resultados sejam duradores”, acrescenta.

Até mesmo a celulite de grau intermediário, caracterizada por áreas endurecidas, é inibida por cremes e géis com a substância. A sensação de inchaço também é amenizada pelo uso constante da centella asiática, contribuindo para a redução de até três centímetros de medidas na região das coxas. 

Além das fórmulas cremosas, quem preferir pode receber os benefícios da planta por meio de cápsula, três vezes ao dia. “Os resultados relatados por estudos anátomos clínicos revelam que a melhora efetiva da celulite vem depois de três meses de uso dos produtos que contêm a centella asiática”, informa Carolina. 

Nas primeiras quatro semanas de uso das soluções é provável que se tenha a impressão de que o tecido afetado ganhe um aspecto ainda pior, que ocorre justamente porque as células gordurosas estão sendo liberadas pelo organismo. Mas não se assuste ou pare com o tratamento, depois dessa reação, os sinais apresentados são positivos.

Contraindicação
Produtos à base do poderoso componente natural não são recomendados para uso de mulheres com gastrite, úlcera ou que estejam em período de gestação, pois as propriedades da planta podem causar alergias.

Fonte: Agência Hélice
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade