0

Erros de maquiagem deixam a pele com aspecto envelhecido

4 ago 2014
13h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Para algumas mulheres, ela é imprescindível no dia a dia. Para outras, usada apenas em ocasiões especiais. Aliada da beleza feminina, a maquiagem desempenha, muitas vezes, o papel de realçar os olhos, os lábios e os pontos fortes do rosto. Porém, se usada de forma errada ou exagerada, pode dar à pele um aspecto envelhecido. Diante disso, confira, a seguir, as oito principais falhas de make que facilitam o envelhecimento cutâneo e algumas dicas de como evitá-las em seu ritual diário de cuidados com a cútis.

Feitas para corrigir imperfeições e realçar a beleza natural, a maquiagem feita de forma exagerada pode evidenciar rugas e marcas de expressão
Feitas para corrigir imperfeições e realçar a beleza natural, a maquiagem feita de forma exagerada pode evidenciar rugas e marcas de expressão
Foto: Michael C. Gray / Shutterstock

Base cremosa
Quando usado em excesso, esse tipo de maquiagem pode ficar acumulado nas linhas de expressão presentes em peles maduras, evidenciando-as e sobrecarregando a aparência do rosto. “Por isso, nestes casos, deve-se usar bases com camadas mais finas”, ensina Raphaella Bahia, maquiadora da FR Microcenter, do Rio de Janeiro. Outra dica importante é investir no primer, que fecha os poros e deixa a pele mais firme.

Pó compacto em excesso
Além de deixar o rosto com aspecto artificial, o exagero cometido pelo pó compacto salienta as rugas, principalmente ao redor dos olhos. De acordo com a especialista, a melhor opção é o pó translúcido, por não adicionar cor. “Vale a pena aplicá-lo somente no nariz e na testa para reduzir o brilho dele. Ele ajudará a uniformizar a pele”, indica.

Corretivo muito claro
Diferentemente das cores escuras que disfarçam, os tons claros chamam atenção. Por isso, aplicar um corretivo mais claro nas olheiras que já sofrem os efeitos do tempo deixa a cútis com aparência envelhecida. Mas nada de sair procurando um cosmético de cor escura. Na hora de comprar os corretivos, a indicação é sempre testar a maquiagem no próprio rosto. “O ideal é apostar em tons que se aproximem da cor da pele. Assim, o produto vai atenuar as olheiras e as marcas sem destacar ainda mais o problema”, destaca a maquiadora.

Lápis de olho escuro 
As mulheres maduras precisam optar por um lápis de olho mais claro, pois o preto acaba envelhecendo e deixando o visual pesado. Quem deseja fugir desse aspecto, mas não abre mão do delineado promovido pelo item, deve escolher o lápis marrom. Quem tem olheira também precisa tomar cuidado, deixando de passá-lo rente aos cílios inferiores.

Sombra cintilante
Outra inimiga da pele madura, a sombra cintilante ajuda a revelar as rugas e as pálpebras caídas. “Ela só pode ser usada se combinada com tons mais fechados e opacos, no canto externo do olho”, alerta.

Batom cremoso 
Com o passar do tempo, o "V" formado em cima dos lábios vai desaparecendo e dando lugar às rugas, principalmente em cima e no canto da boca. Por essa razão, quando se utiliza um batom muito cremoso, corre-se o risco de o cosmético escorrer e “pintar” as linhas. “Para evitar esse efeito, a dica é dar preferência para os batons em bastão e com efeito mate”, aconselha a especialista em maquiagem.

Sobrancelhas finas ou marcadas demais
Sobrancelhas muito escuras podem deixar a make "pesada". "Por isso, nunca pinte-as com lápis preto. A melhor opção é sempre a sombra", recomenda Raphaella. Já na hora de retirar os pelinhos da região, a palavra de ordem é evitar os traços finos. "Quanto mais fina for a sobrancelha, maior é a chance de o rosto ficar envelhecido. Portanto, deve-se manter sempre o seu desenho natural e só fazer correções leves se elas estiverem muito grossas”, completa.

Não retocar 
Ao longo do dia, sobretudo, quando o tempo está quente, a maquiagem vai saindo, escorrendo pelo rosto e também pelas rugas, evidenciando-as. Para evitar esse problema, a cobertura deve ser retocada para garantir que a pele fique sempre bonita. 

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade