0

Saiba como tirar esmalte sem acetona para manter as unhas lindas

Aprenda como tirar esmalte sem acetona e deixe suas unhas sempre lindas e saudáveis com estas dicas.

12 nov 2015
15h45
  • separator
  • comentários

Ela já foi a queridinha das vaidosas que vivem decorando as unhas de maneiras diferentes. Porém, conhecidos os efeitos nocivos às "garras" femininas, fica a dúvida: como tirar esmalte sem acetona?

Apesar de mais barato e fácil de encontrar, o solvente traz consequências ruins para as unhas, como ressecamento, fragilidade e maior probabilidade de quebra. Sendo assim, é necessário encontrar alternativas para garantir um visual renovado sem abrir mão da . Confira!

Usar vaselina nos cantos das unhas ajuda a remover manchas de esmalte.
Usar vaselina nos cantos das unhas ajuda a remover manchas de esmalte.
Foto: iStock/Getty Images / Vivo Mais Saudável

Saiba como tirar esmalte sem acetona

Para substituir o antigo produto, existem removedores, canetas e lenços umedecidos. Eles retiram todo o esmalte sem grande esforço e mantêm a integridade das unhas.

Os dois últimos são novidades no mercado e específicos para quem tem pressa. Os lenços são práticos e pequeninos, podendo ser levados na bolsa. Já as canetas são sensacionais para a remoção de errinhos e borrões, desde que sejam utilizadas de forma leve e delicada.

Além dos cosméticos específicos para tirar esmalte, também existem truques caseiros e baratos que ajudam a disfarçar imperfeições e corrigir erros da . O primeiro é aplicar base transparente sobre a cor que você deseja remover. Faça uma camada generosa, espere uns dez segundos até secar e limpe tudo com algodão. Se necessário, repita o processo.

E será que você sabe como pintar as unhas e evitar aquelas manchinhas nas laterais? Simples: aplique uma pequena quantidade de vaselina nos cantinhos antes de usar o esmalte. Após passar a cor desejada, finalize removendo possíveis excessos. Utiliza para isso um palito ou uma haste flexível com algodão na ponta.

Cuidados com as unhas

Além de tirar esmalte sem acetona, outros cuidados garantem um visual sempre em dia. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as unhas devem ser aparadas de modo a evitar o acúmulo de sujeira. Nas mãos, o mais indicado é o formato oval, que evita possíveis lasquinhas.

A cutícula, película normalmente removida com alicate, tem função de proteção das unhas e, por isso, não deve ser retirada.

Outra recomendação é manter as garras livres de esmalte pelo menos uma semana a cada mês. O uso ininterrupto do cosmético pode ressecar e a região. Polir as unhas excessivamente com lixa também é prejudicial, pois esse hábito remove camadas de queratina, uma proteína fortificadora.

Possíveis reações alérgicas são mais uma questão a ser considerada. Certifique-se de que os artigos que você usa tenham registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Caso apresente dermatites de contato ou outras complicações, como vermelhidão e coceira, deixe de lado o uso do esmalte e procure um dermatologista.

Vivo Mais Saudável Vivo Mais Saudável, informação que faz bem.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade