0

Bombshell ou boho: ondas criam look sexy e poderoso

Aprenda a criar ondas de celebridade para situações formais e informais em casa

24 dez 2014
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As ondas se tornaram a textura favorita das mulheres, que mesmo com cabelo liso natural buscam um look mais sensual e que chame atenção. Com a tendência em alta, dois estilos se destacam, as ondas bombshell e boho.

A hair stylist Megue Costa, do salão Emme Vip, em Minas Gerais, explica que o bombshell é caracterizado por ondas mais marcantes: “Esse é famoso cabelo de diva, ideal para ocasiões mais formais, festas de gala, casamentos e formaturas. Para fazê-lo em casa você precisa estar com os fios limpos e secos, aplicar um protetor térmico com fixação e fazer mechas largas com o babyliss na horizontal, segurando de 10 a 15 segundos”.

Inspire-se em penteados de 10 blogueiras que ditam tendência

Penteados para arrasar nas festas de fim de ano

A especialista dá a dica para deixar o penteado com cara de salão mesmo fazendo em casa: “Para ficar perfeito, o ideal é fazer uma onda para cada lado, uma com o cabelo por cima do aparelho e outra com o cabelo por baixo. Após terminado o babyliss, penteie o cabelo delicadamente com uma escova de cerdas naturais para que fique limpo e apareça bem o marcado das ondas”.

Já o estilo boho é marcado por ondas mais soltas e leves, ideal para um evento mais informal no dia a dia e fácil de montar em casa. “A ideia é um bagunçado de ondas bem naturais. Então, se você tiver o cabelo ondulado, basta aplicar um mousse ao sair do banho, deixar secar um pouco, fazer uma trança de cada lado e deixá-las secar naturalmente. Depois, solte e aplique um spray de fixação. No cabelo liso o mesmo truque funciona, porém ao soltar, é legal fazer um babyliss mais fino somente em algumas mechas para dar um ar desestruturado”, ensina a hair stylist.

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade