Tenho que mudar a marca do meu shampoo e condicionador?

28 jun 2017
08h00
  • separator
  • comentários

Muitas pessoas acreditam que usar os mesmos produtos durante um longo período faz com que o cabelo se acostume com a fórmula, reduzindo, assim, os efeitos desejados. No entanto, isso não passa de lenda.

A verdade é que a utilização contínua produz melhores resultados, já que impactos positivos vão se condensando.

Trocar a marca do seu shampoo e condicionador ao longo do tempo? Mito!
Trocar a marca do seu shampoo e condicionador ao longo do tempo? Mito!
Foto: ori-ori - iStock

Um dos motivos que podem estar atrapalhando a efetividade do produto é o acúmulo de resíduos no couro cabeludo. Não só do próprio shampoo e condicionador, mas também de géis, pomadas, leave-ins, sprays e cremes. Esses resíduos influenciam negativamente o aspecto visual, afinal, o cabelo fica com uma aparência suja.

O problema maior, porém, está na saúde dos fios.

Os resíduos acumulados na pele causam irritações e descamações, além de entupir os poros e impedir o pleno desenvolvimento das madeixas. A recomendação é enxaguar muito bem os fios, de preferência, com água morna ou fria.

Outra razão que leva as pessoas a acreditar neste mito é a má utilização do produto, ou seja, usar o shampoo errado para o seu tipo de cabelo. Por exemplo, se as suas madeixas são oleosas e você continua usando um shampoo específico para resolver o problema, alguma hora ele não será mais tão eficiente porque o contratempo foi resolvido.

A ideia é usar um produto que atenda às necessidades do seu cabelo. Oferecer o tratamento que ele precisa é o primeiro passo para madeixas lindas e fortes.

Turbine os efeitos com um shampoo de remoção de oleosidade e produtos que tenham como foco o couro cabeludo.

Independentemente da estrutura do seu cabelo, todos precisam de um cuidado com a pele.

TC

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade