É verdade que rabo de cavalo causa dor de cabeça?

25 mai 2017
08h00

Quem nunca passou o dia inteiro com o cabelo preso e ficou com aquela dorzinha de cabeça? O rabo de cavalo pode, muitas vezes, te salvar naqueles dias em que os fios parecem ter acordado rebeldes, mas fique atenta: um penteado muito apertado pode puxar os nervos do couro cabeludo, deixando-o supersensível.

Mulheres com o cabelo mais comprido tendem a sofrer mais com o incômodo, já que o peso das madeixas repuxa ainda mais o couro cabeludo. Além disso, é recomendável que quem tem dores de cabeça constantes busque outros penteados.

Quem ama rabo de cavalo precisa tomar alguns cuidados
Quem ama rabo de cavalo precisa tomar alguns cuidados
Foto: Wavebreakmedia - iStock

A dica é não prender os fios com muita força, uma vez que a tração pode deixá-los mais fracos e quebradiços. Aparentemente inofensivo, este jeito de prender as madeixas pode causar danos sérios, se aplicado com muita frequência e por um longo período. Uma das consequências, por exemplo, são problemas na raiz dos fios e o enfraquecimento dos mesmos.

Em casos mais raros, pode até causar falhas no couro cabeludo e queda de cabelo.

E não é somente a raiz que sofre com os rabos de cavalo. Os fios precisam estar fortes para que aguentem serem esticados e presos durante tanto tempo. Por isso, use shampoos e condicionadores específicos para o seu tipo de cabelo e inclua na sua rotina produtos próprios para o couro cabeludo. Pele e cabelos saudáveis são mais resistentes e menos propensos a serem danificados.

Também escolha elásticos sem o elo metálico e, se for usar grampos, prefira aqueles que possuem as pontas encapadas e arredondadas. Optar por acessórios errados pode aumentar a chance de quebra dos fios e ainda machucar a pele.

A chave é o equilíbrio! Não prenda com muita força e, se a sua cabeça começar a doer, desamarre e dê um descanso para o seu couro cabeludo. Varie sempre o penteado, assim, não há o risco de forçar os fios e a pele.

Se você usou um rabo de cavalo durante o dia inteiro, mas quando o desfez a sua dor de cabeça continuou, a recomendação é procurar um dermatologista.

TC

compartilhe

publicidade
publicidade