Cores, cortes e ousadia nos penteados. Ludmilla arrasa

20 jun 2017
08h00

A cantora Ludmilla bombou com hits como “Hoje”, “Cheguei” e “Bom”! É impossível não começar a dançar e cantar, quando os sucessos da carioca tocam. Mas não é só na música que ela arrasa, os cabelos de Ludmilla também são incríveis. Confira a evolução!

Luzes

Talvez este seja um dos estilos mais básicos de Ludmilla. Ela usou o fundo mais escuro do próprio cabelo e trabalhou algumas mechas mais claras por cima. As ondas deram um movimento aos fios, que estão no comprimento da cintura.

Mais natural, este estilo é para quem não quer ousar tanto
Mais natural, este estilo é para quem não quer ousar tanto
Foto: Instagram @ludmilla

Cabelo cinza

Esta cor é incrível e combina com quem tem a pele mais escura. Ludmilla conservou a raiz na cor preta e tingiu o resto dos fios – que estão longuíssimos e lisos – com um tom de cinza quase prateado. O resultado ficou maravilhoso!

Cabelo cinza é para quem tem muita atitude
Cabelo cinza é para quem tem muita atitude
Foto: Instagram @ludmilla

Trancinhas

Um pouco mais curto, o cabelo ganhou trancinhas em toda a sua extensão. O estilo é lindíssimo, mas exige cuidados extras como o couro cabeludo, afinal, ele fica completamente exposto.

Shampoos e condicionadores para o couro cabeludo são ótimos para cuidar das madeixas
Shampoos e condicionadores para o couro cabeludo são ótimos para cuidar das madeixas
Foto: Instagram @ludmilla

Pontas azuis

Usado no clipe da música “Cheguei”, as madeixas onduladas com as pontinhas azuis chamaram atenção. A cor mais clara nas pontas se mistura no meio das mechas e dá um tom único e, ao mesmo tempo, mais discreto.

Ela arrasa no dia a dia e nos clipes
Ela arrasa no dia a dia e nos clipes
Foto: Instagram @ludmilla

Cabelo Roxo

Atualmente, a cantora está com o cabelo roxo. Ludmilla mostra que dá para usar qualquer cor e ficar linda. E você, se arriscaria?

Roxo, cinza, azul...qual será a próxima cor?
Roxo, cinza, azul...qual será a próxima cor?
Foto: Instagram @ludmilla

Fonte: TC

compartilhe

publicidade
publicidade