Cabelo verde não! Hairstylist ensina como fugir da cilada

9 jun 2017
10h06
atualizado às 10h06
  • separator
  • comentários

Quem tem cabelo loiro sabe que é preciso atenção para que ele não fique verde com o passar do tempo. Sim, você leu certo: verde! O motivo da mudança de cor, normalmente, acontece pelo excesso de cloro na água e o uso inadequado de produtos matizantes ou aqueles que dizem "tirar o amarelado dos fios".

De acordo com Gus Lise, hairstylist e make-up artist do salão Salve Madalena, em São Paulo, a alteração na tonalidade é causada pelo sulfato de cobre, usado no tratamento da água junto com o cloro. “Se os fios estiverem porosos e ressecados (geralmente, as partes claras do cabelo estão assim), a substância penetra na queratina das madeixas, o que os deixa esverdeados”, afirma.

Um bom tratamento nos cabelos acaba com a tonalidade esverdeada dos fios
Um bom tratamento nos cabelos acaba com a tonalidade esverdeada dos fios
Foto: Instagram @salvemadalena

As mulheres que fazem a pintura do cabelo em casa, muitas vezes, acabam escolhendo os tons errados e não respeitam o tempo de pausa adequado entre os procedimentos. “As pessoas esquecem que amarelo e azul, juntos, tornam-se verde”, diz Lise.

A recomendação, nestes casos, é sempre procurar um bom profissional para fazer a mudança nas madeixas. Assim, é possível escolher o melhor tom a ser usado e evitar falhas durante o processo.

Apesar do efeito ficar muito mais evidente nas loiras, a mudança de cor acontece nos cabelos escuros e ruivos também. No entanto, o esverdeado é muito menos visível e acaba passando despercebido.

Gus Lise, do Salve Madalena, afirma que a melhor maneira de evitar o problema é passar longe de piscinas de grandes clubes e hotéis, já que a água recebe altas dosagens de cloro em épocas de muitos frequentadores.

“Como muitas vezes isso é impossível, a sugestão é, antes de entrar nas piscinas, envolver os fios com uma máscara de hidratação bem ‘pesada’. Se o cabelo estiver com essa camada de gordura, ele fica quase impermeabilizado, impedindo a entrada do sulfato na cutícula.”

Caso o estrago já esteja feito, dá para reverter o efeito no salão ou em casa. Lise revela que a grande arma caseira contra o esverdeado é o leite de vaca. “Não vale o desnatado, precisa ser o integral. Aplique como uma máscara nos cabelos e deixe agir por alguns minutos, massageando sempre os fios”, explica o especialista.

O procedimento pode ser feito mais de uma vez e deve acabar com o problema. Cabelo verde? Nunca mais!

TC

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade