5 eventos ao vivo

Atores e modelos falam de vaidade masculina e envelhecimento

A cobrança social por uma aparência perfeita atinge os homens em destaque na mídia

25 ago 2017
11h46
atualizado às 12h09
  • separator
  • comentários

Carlos Jamayka se tornou um dos mais conceituados cabeleireiros de São Paulo. É procurado por mulheres e homens – famosos e anônimos – em busca do corte perfeito: aquele que valorize o rosto e, se possível, produza efeito rejuvenescedor.

Nos últimos anos, ele notou o aumento da clientela masculina. “A primeira impressão ainda é muito importante e o cabelo nos ajuda a passar uma mensagem”, explica o hairstylist do Farré Hair Clinic, de São Paulo.

“O corte e o penteado certos podem ajudar o homem a se destacar no ambiente, fechar um negócio e até a seduzir alguém. Consciente disso, ele está mais atento ao poder da imagem pessoal.”

O Mister 2016 com sua faixa, Veronese em cena de ‘Caminho das Índias’ e Altavista com figurino do espetáculo ‘A Bola Mágica’: reação contra o excesso de vaidade e a ditadura da beleza
O Mister 2016 com sua faixa, Veronese em cena de ‘Caminho das Índias’ e Altavista com figurino do espetáculo ‘A Bola Mágica’: reação contra o excesso de vaidade e a ditadura da beleza
Foto: Divulgação/Destac Assessoria e Davi de Almeida/TV Globo

Com três décadas de experiência no mercado da beleza, Jamayka revela que namoradas, noivas e esposas ainda definem o estilo da maioria dos clientes.

“O homem vem ao salão incentivado pela mulher. Quase sempre já chega informando o corte que ela sugeriu”, conta o cabeleireiro.

“Mulher se produz para competir com as outras mulheres; o homem capricha no visual principalmente para agradar a mulher com quem se relaciona.”

Sem ser refém dos modismos lançados na mídia, Jamayka aplica o visagismo em seus clientes: “Converso muito, considero a personalidade, a profissão, os lugares que o homem frequenta, a imagem que ele quer transmitir. Levo tudo isso em consideração antes de pegar na tesoura para começar o corte”.

O hairstylist Carlos Jamayka muda o visual do ator Renan Altavista: os homens estão mais preocupados com a aparência
O hairstylist Carlos Jamayka muda o visual do ator Renan Altavista: os homens estão mais preocupados com a aparência
Foto: Divulgação

A tal ditatura da beleza que provoca neurose em tantas mulheres também afeta os homens, principalmente aqueles expostos na mídia. São igualmente cobrados para exibir uma aparência impecável 24 horas por dia.

“Algumas pessoas acham que conquistamos tudo com nossa beleza e ignoram o quanto de trabalho há por trás de uma carreira”, afirma o modelo Carlos Franco, Mister Brasil 2016.

“No caso de um concurso de beleza, por exemplo, não basta ser um homem bonito. É necessário ter educação, carisma, engajamento social.”

Para manter 88 kg em 1,90m de altura, Carlos está sempre na academia, pratica ciclismo e karatê. No momento, faz uma preparação especial para representar o Brasil no ‘Mister World 2018’, em abril.

Carlos Franco, Rodrigo Veronese e Renan Altavista: a beleza abre portas, mas não garante a felicidade
Carlos Franco, Rodrigo Veronese e Renan Altavista: a beleza abre portas, mas não garante a felicidade
Foto: Divulgação/Destac Assessoria e Divulgação/Felpa

Aos 25 anos, ele já pensa na velhice, mas sem drama. “Quero viver intensamente e com naturalidade todos os ciclos da minha vida. Amo viver, então quero envelhecer bastante, para aproveitar o máximo de tempo possível ao lado de quem amo.”

Famoso por papéis em novelas da Globo como ‘Paraíso Tropical’, ‘Caminho das Índias’ e ‘Malhação’, Rodrigo Veronese recusa ser enquadrado em padrões estéticos.

“Beleza é uma coisa tão relativa. O que é belo para um, é estranho ao outro. A beleza é feita de detalhes, peculiaridades, charme, sensualidade, e não de traços harmônicos e simétricos”, define o ator. “A beleza está no momento de cada pessoa, independentemente da idade.”

Aos 47 anos, ele prefere transmitir um “estilo marcante” do que uma aparência estereotipada. E suas prioridades mudaram em relação às urgências da juventude.

“Procuro entender mais sobre tudo, acalmar, dialogar. Ligar menos para o que pensam de mim. É aceitar mais o que irritava, é amadurecer. Ser feliz.”

Essa nova percepção trazida pela maturidade o fez pensar além dos limites da fama e do sucesso proporcionados pela TV.

Virou empreendedor: lançou a grife de roupas ecológicas Felpa. O investimento faz parte do seu projeto de envelhecimento tranquilo.

“Envelhecer é curioso, difícil e rápido. Um dia você percebe que seu corpo, seu rosto, sua cor de cabelo não são mais daquele cara que te acompanhou por tantos anos. Você mudou, tudo ao seu redor mudou, mas a cabeça ainda é daquele cara de 30 anos. Envelhecer é principalmente aceitar novas propostas, se preservar.”

Mas e a pressão psicológica de um mundo que dá status exagerado a quem é explicitamente bonito?

“Assim como algumas as portas se abrem, outras tantas se fecham. Do mesmo modo que muitas pessoas querem ter você por perto, há gente que prefere manter distância com o temor de ser ofuscado”, relata o modelo e ator Renan Altavista, destaque no clipe ‘Cheguei’, de Ludmilla.

Com 1,94m de altura, o jovem artista não consegue passar despercebido. Contudo, jura que a chamada ‘boa aparência’ não é garantia de facilidades nem de felicidade.

“A beleza sozinha não funciona, o encanto dura pouco. Precisa estar acompanhada de inteligência, bom humor e muitas outras características positivas.”

Renan acredita que a qualidade de vida é mais importante do que os procedimentos estéticos: “Quando falamos em beleza, precisamos primeiramente pensar em saúde. O meu ritual de beleza não começa quando acordo, mas sim na noite anterior, com a qualidade do sono”.

Adepto do banho com água morna para não ressecar a pele, sabonete líquido para o rosto e protetor solar ‘oil free’ (sem óleo na composição), ele já se preocupa com o envelhecimento, apesar de ter apenas 21 anos.

“Quero ir em direção à velhice da maneira saudável. As marcas que terei no corpo serão lembranças do que vivi, das coisas que quero contar aos meus netos e bisnetos. Não vou lutar desesperadamente contra os sinais do tempo”, conclui.

Para o ator que sonha com papéis no cinema, o galã hollywoodiano George Clooney, 56 anos, é uma referência de beleza e envelhecimento harmonioso. “Ele se cuida sem exagero. Quero ser um coroa charmoso também.”

Blog Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail jb.saladetv@terra.com.br

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade