0

Iogurte substitui o consumo de leite? Especialista responde

4 abr 2014
08h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Importantíssimo no cardápio de crianças e adolescentes, o leite é fonte de cálcio, um mineral que contribui para a construção e o fortalecimento da massa óssea e dos dentes. E isso ocorre de forma gradual durante a infância e acelerada na adolescência. Durante essas fases, porém, as dúvidas sobre o consumo de leite surgem, já que as crianças largam a mamadeira – e algumas até deixam o alimento de lado por conta da mudança – e os adolescentes procuram produtos considerados “mais práticos” para se alimentar.  

O iogurte pode substituir o leite, mas é necessário ter uma alimentação equilibrada, que alie o consumo de outras bebidas lácteas e derivados de leite
O iogurte pode substituir o leite, mas é necessário ter uma alimentação equilibrada, que alie o consumo de outras bebidas lácteas e derivados de leite
Foto: Shutterstock

Suprindo as necessidades diárias
Se não houver intolerância ou alergia, é fundamental consumir leite e seus derivados diariamente. Para crianças entre 4 a 8 anos, são recomendados 800 mg/dia de cálcio, enquanto que para adolescentes, da faixa etária de 9 a 14 anos, 1300 mg/dia de cálcio. Para atingir essa meta, os especialistas indicam que, tanto crianças quanto adolescentes, precisam tomar dois copos de leite (500 ml), que fornece 670 mg de cálcio, e complementar a alimentação com a ingestão de derivados, como queijo e iogurte.

Com ou sem gordura?
Tanto o integral quanto o desnatado e o semidesnatado são fonte de cálcio, mas existe uma diferença importante entre os tipos de leite: a gordura. “O integral só pode ser consumido por quem está no peso normal, pois contém gordura; o semidesnatado tem menos gordura em relação ao integral e não é recomendado para quem está acima do peso; e o desnatado, sem gordura, é indicado para quem está acima do peso e precisa equilibrar a alimentação”, comenta o nutrólogo Alexander Gomes de Azevedo.

Leite ou iogurte?
Alguns adolescentes substituem o consumo de leite por iogurte. O especialista afirma que pode ocorrer essa substituição, mas é necessário ter uma alimentação equilibrada, com outras bebidas lácteas e derivados, como o queijo, para compensar a ingestão de cálcio.

Pode adicionar achocolatado?
É comum, após a criança largar a mamadeira, os pais incrementarem o leite com chocolate em pó solúvel ou achocolatado. Não é um erro. Esses alimentos são fortificados com vitaminas e minerais, e ajudam na nutrição e desenvolvimento.

Segundo o Manual de Orientação do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, uma porção diária de achocolatado faz parte da pirâmide alimentar e pode ser consumida por volta dos 4 anos. Entretanto, não se deve adicionar açúcar ao leite. “O achocolatado já apresenta cerca de 80% a 90% de açúcar em sua composição”, orienta Alexander Gomes de Azevedo.

 

Veja também:

Fonte: Qualitá
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade