PUBLICIDADE

Crianças saudáveis não devem consumir produtos diet

16 abr 2014 08h10
| atualizado em 22/4/2014 às 18h02
ver comentários
Publicidade
<p>As crianças diabéticas podem consumir produtos diet, mas com orientação médica</p>
As crianças diabéticas podem consumir produtos diet, mas com orientação médica
Foto: Shutterstock

Os alimentos diet e light já fazem parte da dieta dos adultos, mas quando o assunto é a alimentação das crianças, é preciso ficar atento. O diet é um produto isento de determinado nutriente na sua composição e indicado a quem tem necessidades específicas, como, por exemplo, os diabéticos (restrição ao açúcar), os celíacos (não podem consumir glúten), quem tem o colesterol alto (gordura), entre outros. “Se a criança for diabética, pode consumir o produto que não tem açúcar na composição”, orienta a nutricionista Cristiane Yamane.
Mas mesmo a criança que precisa fazer uso desse tipo de produto deve ingeri-lo de maneira controlada, sempre com orientação médica. No caso de indicação pelo especialista, os pais precisam observar atentamente o rótulo antes da compra, para ter certeza de qual ingrediente o alimento está isento.
 

Produtos light estão liberados
Os alimentos light são aqueles que apresentam uma redução de, no mínimo, 25% de um ingrediente, como o açúcar, a gordura e o sal na sua composição, em relação a um alimento normal.

Os light podem ser indicados a crianças com excesso de peso, dependendo do grau da obesidade. “No entanto, o ideal é que elas sejam analisadas por um especialista, assim ele pode compreender qual é a real necessidade e sugerir a alimentação adequada”, explica a nutricionista.  

Mas, apesar de esses produtos poderem ser consumidos em algumas ocasiões e com recomendação, não devem substituir a alimentação saudável e equilibrada à base de frutas, verduras e legumes.

Fonte: Qualitá
Publicidade
Publicidade