3 eventos ao vivo

Alergia pode ser provocada por qualquer alimento; entenda

22 mai 2014
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A alergia alimentar é uma reação adversa a um alimento e ocorre como uma resposta exagerada do sistema imunológico. E mais: pode acontecer em qualquer idade, sem uma causa única para o seu desenvolvimento.

“Vários são os fatores que levam ao problema, como a predisposição genética, em que a criança já tem alguém da família alérgico, como pais ou irmãos; a ingestão de alimentos com capacidade alergênica; e a alteração dos mecanismos de defesa do trato gastrintestinal”, explica Cristina Frias Sartorelli, membro do Departamento de Alergia e Imunopatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Qualquer alimento desencadeia alergia
Após a ingestão do alimento, a alergia pode se apresentar de diversas formas com reações na pele, tosse, chiado, dor abdominal, vômito, cólica, diarreia, entre outros. “Em tese, qualquer alimento pode desencadear alergia. No entanto, os considerados mais alergênicos, responsáveis pela maioria desses quadros nas crianças, são: leite de vaca, ovo, trigo, soja, milho, amendoim, nozes, frutos do mar, frutas e aditivos alimentares”, enumera a especialista.

Diante de um caso com suspeita de alergia alimentar é necessário buscar a ajuda de um profissional médico, pois o diagnóstico precisa ser confirmado por meio de exames ou testes. “Assim, evita-se a restrição inadequada de um alimento”, orienta a pediatra e alergista.

Não há remédio
Não existe um medicamento ou tratamento específico. O que se faz é excluir do cardápio da criança o alimento responsável pela alergia, por um período de três a 12 meses, de acordo com o quadro clínico e laboratorial. “Geralmente, a doença tem resolução na infância. Mas há três alimentos que podem provocar alergia mais duradoura e persistir por toda vida: as nozes, o amendoim e os frutos do mar”, conclui.

 

Fonte: Qualitá
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade