PUBLICIDADE

“Ajudo porque sei a dor de passar fome”, diz Daniella Nunes

História de superação fez “Rainha da Pipoca” conquistar mais de 3 milhões de seguidores no Instagram

Ver comentários

Hoje, Daniella Nunes é um dos maiores nomes do terceiro setor do Rio Grande do Sul. Apesar de não dedicar 100% da agenda à filantropia, grande parte de seu trabalho é ajudar o próximo.

“Eu passei fome na infância. Sei o que é isso. E hoje eu ajudo porque conheço o tamanho da dor que é se ver nessa situação”, desabafa ela.

Foto: Divulgação

Na web, Daniella passou a compartilhar sua história de superação e mostrar bastidores das festas beneficentes que faz, além da entrega de doações. Com isso - e seu jeito divertido -, já conquistou mais de 3 milhões de seguidores no Instagram.

“Sou muito feliz por poder fazer tudo o que eu faço e acho que os seguidores se interessaram por isso, por todos os bastidores, pelo dia a dia. E eu mostro mesmo. Quem me acompanha sabe que minhas redes sociais são reais, são de verdade, sou eu mesma. E eu me divirto. Tanto com o pessoal na internet, quanto com o meu trabalho, que virou essa dedicação ao terceiro setor”, conta.

Também é nas redes sociais que a empresária de 43 anos é conhecida como a “Rainha da Pipoca”. Isso porque ela é casada com um dos maiores plantadores de milho do Brasil.

“Acho o máximo! O pessoal brinca com esse trocadilho e sou famosa na internet por isso. Acho que muitos dos seguidores acabam sendo atraídos pelo lado do entretenimento do meu perfil, que é superespontâneo, mas depois acabam conhecendo ‘a outra’ Daniella, que é solidária, se dedica à filantropia e quer que, cada vez mais, mais pessoas também trabalhem para o terceiro setor”, conclui.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade