PUBLICIDADE

4 dicas valiosas sobre limpeza para quem tem pets em casa

Seu animalzinho faz muita bagunça? Confira alguns macetes para deixar seu lar limpinho

15 mai 2021 22h02
| atualizado às 22h41
ver comentários
Publicidade
Dicas de limpeza para quem tem pets
Dicas de limpeza para quem tem pets
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Para deixar seu lar mais alegre, nada melhor do que adotar um animal. Já foi comprovado em diversos estudos que a convivência com os pets traz vários benefícios para a saúde, como o alívio de estresse, redução dos sintomas de ansiedade e depressão, prevenção de doenças cardiovasculares, além de tornar o ambiente muito mais divertido e amistoso.

Contudo, uma das maiores dificuldades para alguns donos de pet é manter a higienização correta dos ambientes. A limpeza adequada é fundamental para evitar doenças e ambientes sujos, mas manter tudo em ordem pode ser um desafio com a correria do dia a dia.

Mas, calma! Olhando pelo lado bom, com algumas dicas simples é possível cuidar desses espaços de forma eficiente. Confira:

1 - Frequência ao limpar

Quanto mais animais de estimação você tem em casa, maior será a frequência de limpeza dos ambientes que eles circulam. A atenção maior deve ser nos locais onde eles se alimentam e fazem suas necessidades. O recomendado é fazer pelo menos uma vez por semana uma limpeza geral e intensa na casa.

Evite varrer os pelos espalhados pelo chão, pois o uso da vassoura faz com que os pelos sejam suspensos no ar, o que pode causar reações alérgicas tanto nos pets quanto nas pessoas que moram na residência. Aposte em um aspirador de pó, pois apesar do barulho não ser muito agradável ao animal, com o aparelho não há riscos de levantar poeira e causar alergias.

2 - Produtos de limpeza

Tome muito cuidado com os produtos de limpeza perto do seu bichinho! Os animais possuem o olfato muito mais apurado do que um ser humano, então o ideal é evitar produtos com um odor muito forte no ambiente.

A dica é: nunca utilize amônia, cloro, e ácidos no geral, porque essas substâncias podem causar alergias, feridas e prejudicar a saúde do seu pet. Em contrapartida, o álcool pode ser utilizado sem problemas, ele é ótimo para limpeza, evapora rápido e não deixa um odor muito forte na casa. O sabão e o detergente neutro também são um grande aliado na hora da limpeza, pois não possuem um cheiro forte e não são prejudiciais aos animais.

3 - O cantinho do pet

É essencial manter sempre limpo e lavado o local onde seu pet faz as necessidades. As camas, casinhas e vasilhas de comida e água também precisam de uma atenção especial para evitar o acúmulo de fungos, bactérias e parasitas, como pulgas e carrapatos.

A utilização de produtos com ação bactericida e fungicida são ideais para a higienização das caminhas e dos lugares que eles circulam, como sofás, tapetes, cobertores, travesseiros, cama, lençóis, etc. 

Para quem tem gato é muito importante manter a caixa de areia limpa, mas, para isso, deve-se retirar as fezes do animal diariamente, trocar a areia regularmente e lavar o utensílio onde se deposita o material com água morna e sabão neutro. Essas ações previnem o surgimento de doenças como a toxoplasmose, e evitam com que o cheiro no local fique muito forte e impregne o ambiente.

4 - Higiene do pet

Cães e gatos podem transmitir ao menos 100 doenças diferentes para os seres humanos, por isso é muito importante mantê-los sempre limpinhos.

É recomendado dar banho no seu cachorro a cada 15 dias, independente da estação do ano, e escová-lo regularmente para retirar os pelos soltos. Antes de entrar em casa ao voltar de passeios, sempre limpe as patinhas com um pano úmido para evitar que ele suje o piso e o resto da casa.

Além de escovar sempre que possível os dentes do pet, outra alternativa é apostar em petiscos e brinquedos especiais criados exclusivamente para limpar a arcada dentária, fortalecendo as gengivas e prevenindo o acúmulo de tártaro.

Alto Astral
Publicidade
Publicidade