PUBLICIDADE

Crocodilo é morto para retirada de restos mortais de sem teto de seu estômago

Incidente ocorreu em setembro do ano passado, mas as imagens das câmeras utilizadas pelos policiais foram divulgadas nesta semana

14 jun 2024 - 19h37
(atualizado às 23h46)
Compartilhar
Exibir comentários
Crocodilo é morto para a retirada de restos mortais de sem teto de seu estômago
Crocodilo é morto para a retirada de restos mortais de sem teto de seu estômago
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um crocodilo bastante inchado foi morto pela polícia da Flórida, nos Estados Unidos, para a retirada dos restos mortais de uma mulher de seu estômago. Sabrina Peckham, de 41 anos, foi comida pelo animal após ser arrastada para um canal em Clearwater. O incidente ocorreu em setembro do ano passado, mas as imagens das câmeras utilizadas pelos policiais foram divulgadas nesta semana pela Fox 13.

Sabrina vivia em situação de rua na época de sua morte. Ela ficava 'acampada' em uma área de mata próxima ao local em que foi morta. Em setembro, moradores da região avistaram o réptil, que tinha mais de 3 metros de comprimento, com um corpo em sua boca e alertaram as autoridades.   

As equipes de emergência, juntamente com a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida, conseguiram retirar o crocodilo da água antes de matá-lo a tiros para retirar os restos mortais da vítima.

Após a morte de sua mãe, a filha de Sabrina negou que ela estivesse provocando o animal. “Minha mãe fazia parte da população sem-teto que vivia na área arborizada próxima. Acredita-se que ela pode ter caminhado perto do riacho no escuro e o crocodilo a atacou na água", escreveu Breauana Dorris em uma postagem no Facebook.

Sabrina Peckham, de 41 anos, vivia em situação de rua na época de sua morte.
Sabrina Peckham, de 41 anos, vivia em situação de rua na época de sua morte.
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade