Análise do Xiaomi Redmi Note 11

Com mais de 200 milhões de aparelhos vendidos globalmente, é inegável: o Redmi Note 10 foi um sucesso. Agora, o Redmi Note 11 tem a missão de deixar a chama acesa e, para isso, a Xiaomi aposta em duas frentes que vêm fazendo a família incomodar bastante a concorrência. Estamos falando de uma estratégia que alia ficha técnica avançada a preços mais generosos. Nessa geração, você encontra uma tela AMOLED de 6,43 polegadas com taxa de 90 Hz, processador Snapdragon 680, bateria de 5.000 mAh, com carregador rápido, e um conjunto de quatro câmeras. Eu venho testando o novo aparelho da Xiaomi há alguns meses e compartilho a minha experiência de uso a partir de agora.

Tecnoblog
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade