Análise do MacBook Pro (Apple M1): não precisa nem olhar para trás

Olhando de longe, parece que nada mudou. Afinal, estamos falando de um notebook com a mesma tela Retina de 13 polegadas, o mesmo design de alumínio e o mesmo tamanho do antecessor, sem nenhum milímetro a mais ou a menos. Mas, pela primeira vez depois de 15 anos, não existe mais um chip da Intel dentro de um MacBook Pro. E esta pode ser a mudança mais significativa no mercado de PCs na última década. O portátil da Apple abandona o Intel Core e traz o primeiro chip para Macs criado pela própria empresa, o M1, com a mesma arquitetura usada nos iPhones e iPads. A capacidade da bateria praticamente não mudou, mas a promessa de autonomia dobrou para 20 horas. Será que o desempenho é tudo isso mesmo? Eu usei o novo MacBook Pro de 13 polegadas nas últimas semanas e conto minhas impressões a seguir.

Tecnoblog Tecnoblog
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade