PUBLICIDADE

Stock: César Ramos larga em 1º após punição a Felipe Lapenna

Felipe Lapenna faz a melhor volta na classificação em Interlagos, mas é punido e perde 3 posições. César Ramos herda a pole. Rubinho é 28º

30 jul 2022 - 16h31
Ver comentários
Publicidade
Cesar Ramos larga do 1º lugar em Interlagos. Na foto, o piloto no treino livre de sexta-feira
Cesar Ramos larga do 1º lugar em Interlagos. Na foto, o piloto no treino livre de sexta-feira
Foto: Duda Barrios / Divulgação/Stock Car

A Stock Car Pro Series já tem grid definido para a sétima etapa da temporada 2022. No asfalto do templo de Interlagos, Felipe Lapenna sobrou e fez a melhor volta, mas não larga à frente. Isso porque uma punição por excesso de velocidade no pit lane lhe custou três posições, promovendo Cesar Ramos à posição de honra no grid da corrida 1. O gaúcho da Ipiranga Racing alinhará seu Toyota Corolla ao seu lado do Corolla do argentino Matías Rossi, da A.Mattheis-Vogel.

Na primeira parte da classificação, algumas surpresas. Rubens Barrichello, correndo pela Full Time e atual 3º colocado do campeonato, foi uma delas, ao terminar apenas na 28ª posição. Além dele, pilotos como Nelsinho Piquet, Thiago Camilo, Átila Abreu, Ricardo Maurício, Cacá Bueno e Ricardo Zonta caíram ainda no Q1, ficando de fora do top 15.

Ne segunda etapa, a eliminação mais sentida foi a do atual campeão Gabriel Casagrande, que ficou com o 7º tempo. Bruno Baptista, Gaetano di Mauro, Felipe Massa, Marcos Gomes e Allam Khodair foram outros nomes de peso a ficar pelo caminho ainda no Q2.

No Q3, etapa derradeira que conta com os 6 mais rápidos, Felipe Lapenna marcou um tempo de 1min39s633 e não foi superado. O giro foi 0s262 abaixo do segundo melhor tempo, conquistado por César Ramos. Em se tratando de uma categoria tão equilibrada quanto a Stock, significa uma eternidade. Para efeito de comparação, o treino livre de sexta-feira teve 23 carros no mesmo segundo, e 0s263 compreendiam 10 carros.

Felipe Lapenna ficou com o troféu do pole
Felipe Lapenna ficou com o troféu do pole
Foto: Luís Gustavo Ramiro

Celebração interrompida
Com o fim da sessão, Lapenna encostou seu carro na posição de honra dos boxes e saiu de seu Chevrolet Cruze comemorando efusivamente a primeira pole de sua carreira. Festa na equipe Hot Car Competições. A chefe Bárbara Rodrigues, figura muito bem quista no paddock da Stock, se juntou à festa da importante conquista. Mais que um simples pole (que nunca é simples), simbolicamente, significa uma consolidação do bom trabalho de reconstrução da equipe e da boa fase de Lapenna.

Enquanto o piloto erguia, sorridente, o troféu Snapdragon dado ao pole position, os alto-falantes de Interlagos anunciavam que Lapenna seria punido em 3 posições no grid, ainda sem esclarecer a razão. Nem ele, nem Barbara e nem os integrantes da equipe que se juntavam à celebração escutaram o comunicado, e a sequência de abraços, fotos e entrevistas seguia. Quem levou a notícia para a chefe foi Tuca Antoniazi, o outro piloto da Hot Car.

Tuca Antoniazi e Bárbara Rodrigues após a confirmação da punição a Lapenna
Tuca Antoniazi e Bárbara Rodrigues após a confirmação da punição a Lapenna
Foto: Luís Gustavo Ramiro

A punição se deu pois Lapenna excedeu os 50 km/h regulamentares no pit lane. Com isso, o piloto caiu do 1º para o 4º lugar. Melhor para César Ramos, que era 2º e herdou o 1º lugar no grid. Mas apesar de não largar da posição de honra, a pole continuará sendo do piloto da Hot Car para efeitos estatísticos. O troféu do pole, que chegou a ser tirado das mãos de Felipe e dado a César, voltou à posse de Lapenna.

Dividindo fila com Lapenna, o 3º passou a ser Felipe Fraga. Ótimo resultado para um piloto que está em aparição única na temporada. Fraga, que foi campeão da Stock Car em 2016, está responsável pelo Chevrolet Cruze de Daniel Serra em Interlagos enquanto o líder do campeonato participa das 24 horas de Spa. Aliás, boas participações avulsas são uma rotina na equipe de Meinha. Que o digam Lucas di Grassi e António Felix da Costa.

Confira como ficou o grid para a etapa de Interlagos da Stock Car:

1 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), 1min39s895
2 Matías Rossi (A.Mattheis-Vogel/Toyota Corolla), 1min40s082
3 Felipe Fraga (Eurofarma RC/Chevrolet), 1min40s086
4 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), 1min39s633
5 Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), 1mins40s186
6 Felipe Baptista (KTF Racing/Chevrolet Cruze), 1min40s473
7 Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), 1min40s353
8 Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), 1min40s427
9 Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), 1min40s428
10 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), 1min40s508
11 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), 1min40s612
12 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), 1min40s699
13 Pedro Cardoso (Crown II Racing/Chevrolet Cruze), 1min40s735
14 Rodrigo Baptista (Crown Racing/Chevrolet Cruze), 1min40s798
15 Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), 1min40s822
16 Nelson Piquet Jr. (Motul TMG Racing/Toyota Corolla), 1min40s452
17 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), 1min40s456
18 Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze), 1min40s535
19 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla), 1min40s600
20 Andi Jakos (Full Time Sports/Toyota), 1min40s611
21 Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), 1min40s631
22 Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze), 1min40s638
23 Gaetano Di Mauro (KTF Sports/Chevrolet Cruze), 1min40s639
24 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla), 1min40s644
25 Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze), 1min40s724
26 Sergio Jimenez (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), 1min40s803
27 Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), 1min40s904
28 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla), 1min41s047
29 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), 1min41s098
30 Thiago Vivacqua (RKL Competições), 1min41s923
31 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), 1min42s870
32 Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze), Sem Tempo

Parabólica
Publicidade
Publicidade