0

Haas apresenta VF-21 com layout inspirado na bandeira russa

Apresentado com mudanças pontuais, novo Haas VF-21 será pilotado por Mick Schumacher e pelo polêmico Nikita Mazepin

4 mar 2021
16h52
atualizado em 5/3/2021 às 15h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Principal mudança em relação a 2020 é o novo layout, inspirado na bandeira russa.
Principal mudança em relação a 2020 é o novo layout, inspirado na bandeira russa.
Foto: Haas F1 Team / Divulgação

Em uma semana recheada de lançamentos, a Haas foi mais uma equipe a apresentar um carro para a temporada de 2021 da Fórmula 1. Em um ano de transição, a equipe americana revelou nesta quinta (4) o VF-21, que tem como principal destaque o novo layout, inspirado na Rússia. O novo carro será pilotado por Mick Schumacher e pelo polêmico Nikita Mazepin.

Após duas temporadas ocupando a nona colocação do Mundial de Construtores, a Haas resolveu apenas “cumprir tabela” em 2021. A equipe americana somou somente três pontos em toda temporada passada, e ficou somente na frente da Williams, que zerou o campeonato. 

Novo Haas VF-21 é uma evolução do carro utilizado em 2020.
Novo Haas VF-21 é uma evolução do carro utilizado em 2020.
Foto: Haas F1 Team / Divulgação

"Teremos um ano de aprendizado com os pilotos enquanto olhamos para o futuro. Não é segredo que o VF-21 não será desenvolvido e nosso foco está em 2022 e no que esperamos que seja um grid mais nivelado", afirmou Gunther Steiner, que segue no cargo de chefe da equipe. Além dele, a Haas também manteve o brasileiro Pietro Fittipaldi como piloto reserva e de testes da escuderia.

Assim como os demais carros do grid, o VF-21 teve apenas mudanças pontuais em relação ao carro utilizado em 2020. Motivada pela manutenção do regulamento para esse ano, a Haas optou por não focar no desenvolvimento do carro atual, e sim no modelo de 2022, quando pretende voltar a brigar por posições no meio do grid.

Destaque fica para o patrocínio master da empresa de fertilizantes Urakali, de propriedade de Dmitry Mazepin.
Destaque fica para o patrocínio master da empresa de fertilizantes Urakali, de propriedade de Dmitry Mazepin.
Foto: Haas F1 Team / Divulgação

Por fora, além do novo assoalho -- que é obrigatório para esse ano -- o destaque fica para o novo layout inspirado na bandeira russa. No lugar da pintura cinza e preta de 2020, o novo VF-21 traz a cor branca como predominante, além de detalhes em vermelho e azul. A mudança se deu pela nova patrocinadora máster da Haas, a empresa de fertilizantes Urakali -- de propriedade do pai de Mazepin.

Em relação à motorização, nada muda. A Haas seguirá utilizando os motores da parceira Ferrari em 2021. A relação com a montadora italiana, aliás, abriu as portas para que Mick Schumacher -- que faz parte da academia de pilotos da Ferrari -- pudesse estrear na categoria após conquistar o título da Fórmula 2 em 2020.

Russo Nikita Mazepin causou polêmica entre os fãs da Fórmula 1 após um caso de assédio no ano passado.
Russo Nikita Mazepin causou polêmica entre os fãs da Fórmula 1 após um caso de assédio no ano passado.
Foto: Haas F1 Team / Divulgação

A maior mudança em relação ao ano passado foi a dupla de pilotos. Após quatro temporadas com Romain Grosjean e Kevin Magnussen, a Haas decidiu apostar em dois novatos para 2021. Além de Mick, a equipe contará com o também estreante Nikita Mazepin. Ao contrário do jovem Schumacher, que chega em alta após o título da F2, a presença do russo na categoria causou polêmica entre os fãs da categoria.

Após a divulgação de um vídeo onde Mazepin assedia uma mulher, os fãs da Fórmula 1 se posicionaram contra a presença do russo na Haas, levantando hashtags e inundando os perfis oficiais da Fórmula 1 e da Haas em redes sociais. No entanto, a equipe americana decidiu manter o piloto, ainda mais com o patrocínio da empresa do pai de Nikita, Dmitry Mazepin, que foi fundamental para a saúde financeira da equipe.

Temporada marca estreia de Mick Schumacher na categoria após o título da Fórmula 2.
Temporada marca estreia de Mick Schumacher na categoria após o título da Fórmula 2.
Foto: Haas F1 Team / Divulgação

Agora, a Haas volta os preparativos para a pré-temporada da Fórmula 1, que será realizada nos dias 12 a 14 de março, no Circuito Internacional do Bahrein, local que também receberá a primeira corrida da categoria, no dia 28 do mesmo mês.

Veja também:

Live do GP do Bahrein: como Hamilton superou Verstappen
Parabólica
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade