PUBLICIDADE

F1: a batalha começou quente em Hungaroring

O GP da Hungria começou com calor intenso, a temperatura do asfalto superou 60 °C, o que distorceu o resultado dos treinos

30 jul 2021 22h53
ver comentários
Publicidade
Altas temperaturas influenciaram o primeiro dia de treinos na Hungria.
Altas temperaturas influenciaram o primeiro dia de treinos na Hungria.
Foto: Divulgação

As primeiras sessões de treinos foram inconclusivas. As temperaturas altíssimas impediram pilotos e engenheiros de fazerem seu trabalho a contento, mas todos se dizem prontos para o que der e vier neste sábado, que promete ser mais uma batalha entre a Red Bull de Max Verstappen e as Mercedes de Lewis Hamilton, principalmente, e de Valtteri Bottas eventualmente.

No segundo plano, as Alpine de Fernando Alonso e Esteban Ocon tiveram seu momento de glória, mas de quem mais se espera é Lando Norris, a estrela em ascensão da McLaren. Mas o que concentra as atenções é o reencontro de Max Verstappen e Lewis Hamilton, o primeiro após o acidente ocorrido entre eles no GP da Inglaterra. Até agora, nenhum dos dois admitiu o erro, e isso faz a tensão aumentar a cada vez que eles se encontram na pista.

Parabólica
Publicidade
Publicidade